Pesquisadores chineses e israelenses desenvolvem primeiro tratamento biológico para tuberculose

2021-02-23 11:56:04丨portuguese.xinhuanet.com

Jerusalém, 22 fev (Xinhua) -- Pesquisadores de Israel e da China desenvolveram o primeiro substituto biológico para o tratamento da tuberculose, disse na segunda-feira a Universidade de Tel Aviv (TAU), no centro de Israel.

O novo tratamento pode servir como uma alternativa para a terapia antibiótica "química" tradicional, resolvendo o problema dos micróbios resistentes aos medicamentos, disse TAU.

"Trata-se da primeira vez na história que pesquisadores conseguiram desenvolver um 'antibiótico biológico' e demonstrar que os anticorpos humanos podem atuar como um substituto para os antibióticos químicos tradicionais", disse a universidade.

Em um estudo, liderado pela TAU e pela Universidade Tsinghua da China e publicado na revista Nature Communications, os pesquisadores conseguiram isolar anticorpos monoclonais (derivados de células únicas), que impediram o crescimento de micróbios da tuberculose em ratos de laboratório.

Os anticorpos humanos, que são proteínas produzidas naturalmente pela resposta imune do corpo após a infecção ou uma vacina, possuem muitas vantagens, como especificidade, estabilidade e segurança.

Após o sucesso do estudo, a equipe agora está investigando a possibilidade de estender o substituto biológico dos antibióticos para incluir outras doenças, como pneumonia e infecções por estafilococos. Fim

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001397608481