China se opõe à resolução do Parlamento Eurupeu sobre Hong Kong

2021-01-23 17:35:33丨portuguese.xinhuanet.com

Beijing, 23 (Xinhua) -- A China expressou na sexta-feira sua firme oposição a uma resolução aprovada pelo Parlamento Europeu em relação a Hong Kong, exigindo que a instituicão europeia respeite a soberania da China e pare de repreender outros países sobre os direitos humanos.

Em resposta a uma consulta relevante, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, disse que os assuntos de Hong Kong são simplesmente assuntos internos da China e não necessitam de nenhuma interferência de qualquer governo estrangeiro, organização ou indivíduo.

"Certos membros do Parlamento Europeu, confundindo o certo com o errado, promoveram a aprovação da alegada resolução, o que constitui uma interferência bruta nos assuntos de Hong Kong e assuntos internos da China", disse Hua, acrescentando que a China se opõe firmemente a essas práticas.

"Pedimos que o Parlamento Europeu enfrente diretamente o fato de que Hong Kong já retornou à China, adira à lei internacional e às normas básicas governando as relações internacionais, abandone os duplo padrões e deixe de repreender os outros países sobre os direitos humanos", disse Hua.

O Parlamento Europeu deve respeitar honestamente a soberania da China e o estado de Direito em Hong Kong e parar de interferir nos assuntos de Hong Kong e assuntos internos da China sob qualquer forma, acrescentou a porta-voz.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001396918731