Estratégia americana para a região Indo-Pacífico é "hegemônica", diz China

2021-01-14 10:47:00丨portuguese.xinhuanet.com

Beijing, 14 jan (Xinhua) -- Zhao Lijian, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, disse na quarta-feira que a estratégia de Indo-Pacífico da América é em essência uma estratégia de hegemonia e que os Estados Unidos devem abandonar os pensamentos de Guerra Fria e soma zero.

Zhao fez as declarações em uma entrevista coletiva regular em resposta a um documento recentemente desclassificado sobre a estratégia dos EUA para a região Indo-Pacífico.

O documento destaca a mentalidade da Guerra Fria e a confrontação militar, que vão contra o espírito mutuamente benéfico de cooperação regional, vão contra a aspiração do povo da região por paz, estabilidade e desenvolvimento, e ameaçam as perspectivas regionais de paz e desenvolvimento, apontou Zhao.

"Acreditamos que os países da região são suficientemente lúcidos e vigilantes para não serem sequestrados no carro de guerra dos EUA nem usados como uma ferramenta para manter a hegemonia americana", disse Zhao, observando que os Estados Unidos desejam muito formar círculos e facções e adotar táticas desonrosas como provocar dissensões.

Observando que é uma violação grave do compromisso solene do governo dos EUA com a China sobre Taiwan, Zhao enfatizou que há uma só China no mundo e que Taiwan é parte inseparável da China.

Ele acrescentou que o documento distorce maliciosamente a diplomacia de vizinhança da China e exagera a chamada "ameaça da China". "Como membro responsável da Ásia-Pacífico, a China pratica ativamente uma diplomacia de vizinhança de amizade, sinceridade, benefício mútuo e abrangência, dando contribuições importantes para a paz, estabilidade e prosperidade regionais", segundo Zhao.

Os Estados Unidos devem respeitar os interesses essenciais e as principais preocupações da China, intensificar a comunicação e os diálogos com o país asiático para gerir e controlar adequadamente as diferenças, e ajudar a tornar a Ásia-Pacífico um palco para cooperação mutuamente benéfica em vez de uma arena para rivalidades de grandes potências, acrescentou.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001396666951