Desmatamento na Amazônia aumenta 68% em agosto, com quase 1.5 mil quilômetros de floresta destruídos

2020-09-16 15:37:21丨portuguese.xinhuanet.com

Rio de Janeiro, 15 set (Xinhua) -- Os alertas de desmatamento na Amazônia brasileira, maior floresta do mundo, aumentaram 68% em agosto, comparado com o mesmo mês do ano passado, com 1.499 quilômetros de floresta destruídos, informou nesta terça-feira o Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon).

Segundo a entidade, trata-se do pior agosto dos últimos 10 anos. Os dados foram coletados com imagens por satélite que captam a mudança no uso do solo.

Segundo o Imazon, o Pará (norte) lidera pela quinta vez consecutiva as estatísticas do estado que destruiu mais floresta em agosto, sendo responsável por 37% do desmatamento, seguido pelo Amazonas (19%) e Acre (18%).

No acumulado do ano, a área de mata nativa que foi perdida chega a 5.190 quilômetros na Amazônia, 23% a mais do que nos primeiros oito meses de 2019.

A destruição da floresta amazônica, bem como o alto número de queimadas registrado na região tem provocado duras críticas da comunidade internacional ao governo brasileiro, a quem acusam de falta de empenho em combater os crimes ambientais.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001393726181