Liderança responsável e boa cidadania são principais determinantes de impacto de COVID-19, segundo relatório da ONU

2020-09-16 14:34:03丨portuguese.xinhuanet.com

Nações Unidas, 14 set (Xinhua) - Liderança responsável e boa cidadania têm sido os principais determinantes do impacto de COVID-19, de acordo com um relatório apoiado pela ONU publicado na segunda-feira.

"Os sistemas são tão eficazes quanto as pessoas que os usam", disse um relatório intitulado "Um Mundo em Desordem", emitido pelo Conselho Mundial de Monitoramento da Preparação (GPMB), um órgão independente de monitoramento e responsabilidade que se prepara para crises globais de saúde.

O relatório conclui que, embora o COVID-19 tenha demonstrado a profunda interconexão do mundo por meio da economia, comércio, informação e viagens, um dos maiores desafios da pandemia tem sido a oscilante cooperação multilateral.

"Os vírus não respeitam fronteiras. A única saída desta pandemia devastadora é pelo caminho da ação coletiva, que exige um sistema multilateral forte e eficaz", disse a co-presidente do GPMB, Gro Harlem Brundtland, que também atuou como diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) de 1998 a 2003.

"O sistema da ONU, que inclui a OMS, foi criado após a Segunda Guerra Mundial e ajudou a tornar o mundo um lugar melhor para bilhões de pessoas", disse ela, acrescentando que "precisa ser defendido, fortalecido e revitalizado, não atacado e prejudicado".

A pandemia não apenas colocou em evidência a fragilidade dos sistemas de saúde mundiais, mas também a economia global, ressaltando a urgência de investir na preparação para evitar tragédias semelhantes no futuro, disse o relatório.

Para trazer ordem ao caos, o relatório destaca as ações necessárias para conter a pandemia e evitar a próxima catástrofe, que exige liderança responsável, cidadania engajada, sistemas de segurança de saúde fortes e ágeis, investimento sustentado e governo global robusto para preparação.

"Esta não será a última pandemia, nem a última emergência global de saúde", disse o chefe da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, acrescentando que "com os investimentos políticos e financeiros corretos agora, podemos prevenir e mitigar futuras pandemias e proteger nosso futuro e o das gerações que estão por vir".

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001393723561