Vendas no varejo de Hong Kong caem em maio

2020-06-30 19:29:38丨portuguese.xinhuanet.com

Hong Kong, 30 junho (Xinhua) -- As vendas no varejo de Hong Kong continuaram em queda no mês de maio, apontando para uma economia ainda se recuperando da agitação social do ano passado e da epidemia da COVID-19.

O valor do total das vendas no varejo em maio foi estimado provisoriamente em 26,8 bilhões de dólares de Hong Kong (US$ 3,46 bilhões), queda de 32,8% em relação ao ano anterior, mostraram os dados do governo da Região Administrativa Especial de Hong Kong divulgados nesta terça-feira.

Um porta-voz do governo relatou que as vendas no varejo continuaram caindo acentuadamente em maio em relação ao ano anterior, pois o turismo de entrada permaneceu parado e as condições de emprego e renda ainda estavam enfraquecidas.

No entanto, o declínio diminuiu ainda mais em relação ao de abril, graças à situação epidêmica local estabilizada e à consequente flexibilização das medidas de distanciamento social, indicou o porta-voz.

Do total, as vendas de joias, relógios e presentes de valor sofreram o maior declínio ano a ano, 69,7% em maio, seguido por 62% para medicamentos e cosméticos e 39,7% para calçados e outros acessórios de vestuário.

Nos primeiros cinco meses de 2020, as vendas no varejo de Hong Kong caíram 34,8% em termos anuais.

O ambiente comercial para o comércio varejista continua complicado em meio às condições austeras do mercado de trabalho e as restrições de viagem em vigor, explicou o porta-voz, acrescentando que o governo acompanhará de perto os desenvolvimentos.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001391782801