China aumentará suporte financeiro para garantir emprego

2020-05-22 18:14:37丨portuguese.xinhuanet.com

Beijing, 22 mai (Xinhua) -- O governo central da China alocará 53,9 bilhões de yuans (US$ 7,6 bilhões) em subsídios para o mercado de trabalho este ano em meio a esforços para garantir o emprego, segundo um esboço de relatório orçamental enviado nesta sexta-feira ao legislativo nacional para deliberação.

Para estabilizar e expandir o mercado trabalho será feito todo o possível, pois esta é uma das principais prioridades do governo, destacou o relatório.

O governo empregará habilmente mais de 100 bilhões de yuans de fundos especiais para a capacitação de habilidades profissionais, que foram alocados do saldo dos fundos de seguro-desemprego, observou o relatório.

Serão utilizados também fundos para recompensar e subsidiar ajustes estruturais nas indústrias, e as autoridades locais serão pressionadas a implementar integralmente startups e políticas de emprego, enfatizou o documento.

No relatório foram listadas várias medidas para garantir um padrão básico de vida para os trabalhadores desempregados.

A China priorizará a estabilização do mercado de trabalho e garantirá a subsistência da população este ano, com a meta de criar mais de 9 milhões de novos empregos urbanos, de acordo com um relatório de trabalho do governo entregue pelo primeiro-ministro Li Keqiang ao legislador nacional na sexta-feira.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001390794921