(Multimídia) Economia da China recupera-se da pandemia de COVID-19, apontam especialistas

2020-05-22 16:28:22丨portuguese.xinhuanet.com

As pessoas compram legumes e frutas em um supermercado na cidade de Lianyungang, Província de Jiangsu, leste da China, em 12 de maio de 2020. O índice de preços ao consumidor (IPC) da China cresceu 3,3% anualmente em abril, moderando-se ante os 4,3% em março, de acordo com o Departamento Nacional de Estatísticas. (Foto por Geng Yuhe/Xinhua)

Washington, 21 mai (Xinhua) -- A economia da China está se restabelecendo da pandemia do coronavírus com uma recuperação em consumo, manufatura e investimento, afirmou Andy Rothman, estrategista de investimentos da Matthews Asia, empresa baseada na cidade de San Francisco.

"Ao pensar nas perspectivas da economia chinesa, um dos fatores mais importantes é se o coronavírus permanecerá sob controle. Nesse momento, a China aparentemente conseguiu controlar a COVID-19 ", escreveu Andy Rothman em uma análise divulgada na segunda-feira.

"Também é animador que, duas semanas após um feriado nacional de cinco dias na China, quando mais de 100 milhões de pessoas viajaram a lazer, não houve um aumento nos casos de COVID-19", observou Rothman, acrescentando que a economia da China parece estar indo bem em sua jornada de recuperação do bloqueio imposto pelo coronavírus.

"Um retorno à normalidade pode não acontecer até o próximo ano, mas o consumo, a manufatura e os investimentos parecem estar voltando com tudo", avaliou ele.

Como o consumo representou quase 60% do crescimento do produto interno bruto (PIB) da China no ano passado, Rothman destacou que o restabelecimento dos gastos do consumidor é fundamental para a recuperação da China pós-pandemia.

Citando a recuperação das vendas de automóveis e imóveis em abril, Rothman mencionou que isso reflete que os consumidores chineses têm dinheiro e confiança no futuro para gastá-lo.

Ele também observou a importância do apoio do governo aos trabalhadores e empresas, que lançou as bases para uma recuperação econômica.

"Como resultado, quando a Assembleia Popular Nacional se reunir no final deste mês, espero apenas um estímulo modesto projetado para atenuar ainda mais impacto e acelerar o ritmo da recuperação de retomada a normalidade", previu o especialista em investimentos.

Nicholas Lardy, pesquisador sênior do Instituto de Economia Internacional Peterson, sediado em Washington DC, também disse na terça-feira que os testes da COVID-19 em larga escala da China podem pavimentar o caminho para uma forte recuperação econômica.

"Como a recuperação econômica da China dependerá em grande parte da recuperação de seu setor de serviços, sua estratégia de testes em larga escala para a COVID-19 pode ajudar a recuperar a confiança dos consumidores, pavimentando o caminho para uma recuperação mais forte do consumo privado", disse Lardy.

Foto tirada em 19 de maio de 2020 mostra turistas no parque temático Happy Valley em Wuhan, Província de Hubei, centro da China, em 19 de maio de 2020. (Xinhua/Xiong Qi)

Trabalhadores trabalham em uma fábrica de montagem da Jiangsu Huake Chuangzhi Technology Co., Ltd., no Parque Industrial de Laser Suqian, da cidade de Suqian, Província de Jiangsu, leste da China, em 13 de maio de 2020. (Xinhua/Li Bo)

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011102121390792421