Brasil bate recorde de novos contágios por COVID-19 e mortes chegam a 18.859

2020-05-21 10:48:43丨portuguese.xinhuanet.com

Rio de Janeiro, 20 mai (Xinhua) -- O Brasil registrou nas últimas 24 horas o maior número de novos casos confirmados de COVID-19 desde o início da pandemia, com 19.951 infectados. As mortes subiram em 888, segundo o balanço oficial divulgado nesta quarta-feira pelo Ministério da Saúde.

Com o novo recorde, o total de casos positivos no país chegou a 291.579, enquanto o total de óbitos alcançou a 18.859.

Segundo o ministério, 3.483 óbitos suspeitos ainda estão em investigação e 156.037 casos seguem em acompanhamento, enquanto 16.683 pacientes já se recuperaram da doença.

O estado de São Paulo (sudeste), epicentro da pandemia no Brasil e o mais populoso do país contabiliza 5.363 mortos e 69.589 casos positivos, seguido pelo Rio de Janeiro, com 3.237 óbitos e 30.372 contágios, e Ceará (nordeste), com 1.900 mortes e 30.560 infectados.

No mesmo dia que divulgou o recorde de casos confirmados, o Ministério da Saúde publicou um protocolo para a aplicação de cloroquina e hidroxicloroquina no tratamento de pacientes infectados com a COVID-19 em todos os casos, incluindo os que apresentarem sintomas leves.

Os medicamentos são usados para tratamento de lúpus e malária e, até hoje, só era permitido seu uso em pacientes em estado crítico avançado devido a seus fortes efeitos colaterais e ao fato de que a comunidade científica não conseguiu encontrar resultados conclusivos sobre sua eficácia contra a doença.

O novo protocolo esclarece que a prescrição é "prerrogativa do médico" e que o paciente terá que assinar um formulário de consentimento relativo à aplicação de cloroquina e hidroxicloroquina no tratamento.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001390744551