China coopera ativamente com Síria para combater COVID-19, diz enviado

2020-04-30 12:27:20丨portuguese.xinhuanet.com

Nações Unidas, 29 abr (Xinhua) -- Zhang Jun, representante permanente da China nas Nações Unidas, disse na quarta-feira que a China está cooperando ativamente com a Síria para combater a COVID-19, pedindo a outros países que façam o mesmo.

"A China está cooperando ativamente com a Síria para combater o vírus. O primeiro lote de suprimentos médicos e de assistência chegou ao país há duas semanas em Damasco", disse o enviado chinês em uma videoconferência do Conselho de Segurança sobre a situação humanitária na Síria.

O embaixador destacou que a China está atenta à situação humanitária na Síria, em particular ao impacto da COVID-19 no desenvolvimento socioeconômico do país.

"Tomamos nota de que o governo sírio adotou uma série de medidas ativas em saúde, educação, transporte, produção de alimentos e muitos outros campos para prevenir e conter a propagação do vírus", disse Zhang, acrescentando que a China aprecia esses esforços.

Observando que os conflitos há anos têm minado a capacidade da Síria de lidar com a pandemia, o enviado salientou que a comunidade internacional não deve ficar parada.

Ao abordar a cooperação bilateral na luta contra o vírus, Zhang comentou que, na semana passada, um renomado hospital chinês realizou uma reunião por vídeo com o Ministério da Saúde da Síria. Especialistas médicos chineses compartilharam suas opiniões com os colegas sírios sobre o combate à pandemia.

"Estamos dispostos a continuar prestando assistência dentro de nossas capacidades à Síria e convocando outros países a fazer o mesmo", disse o embaixador.

"Encorajamos o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA, em inglês) e outras agências humanitárias internacionais a fazer mais esforços no apoio à Síria para responder à pandemia de várias formas", disse Zhang.

"A questão humanitária na Síria está interligada com questões políticas, econômicas e de segurança e deve ser gerenciada de forma integrada e imparcial", observou o enviado.

"O papel do governo sírio deve ser plenamente desempenhado", enfatizou Zhang.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001390207151