Enfoque: Xi pede luta global total contra COVID-19 na cúpula extraordinária do G20

2020-03-27 01:35:55丨portuguese.xinhuanet.com

Beijing, 26 mar (Xinhua) -- O presidente chinês, Xi Jinping, pediu nesta quinta-feira uma guerra global total resoluta contra o surto da COVID-19, quando os líderes do Grupo dos Vinte (G20) realizaram uma cúpula extraordinária virtual para coordenar a resposta multilateral contra a pandemia.

"É imperativo para a comunidade internacional fortalecer a confiança, atuar com unidade e trabalhar em conjunto em uma resposta coletiva", disse Xi ao discursar na cúpula via ligação de vídeo em Beijing.

Classificando as principais doenças infecciosas como o inimigo de todos, Xi disse que a comunidade internacional deve fortalecer abrangentemente a cooperação internacional e fomentar uma maior sinergia a fim de que toda a humanidade possa vencer a luta contra a doença infecciosa tão grande.

Nesta quinta-feira, o número global de mortos da COVID-19, uma doença causada pelo novo coronavírus, passava de 21 mil, e o número de infecções ultrapassava 480 mil, segundo uma conta da Universidade Johns Hopkins.

É a primeira vez que os líderes das 20 principais economias do mundo realizaram uma cúpula virtual desde que o mecanismo --que antes reunia apenas ministros das Finanças e chefes de bancos centrais-- foi elevado para ser a primeira plataforma do mundo para a cooperação econômica internacional, em 2008.

Enfatizando que o surto está se espalhando em todo o mundo e que a situação está afetando e instabilizando, Xi pediu que os países ajam rapidamente para conter a propagação do vírus.

Ele propôs que uma reunião dos ministros de Saúde do G20 seja convocada o mais cedo possível para melhorar o compartilhamento de informações, fortalecer a cooperação em medicamentos, vacinas e controle da epidemia, e cortar as infecções transfronteiriças.

Xi também propôs uma iniciativa de assistência da COVID-19 do G20 para o melhor compartilhamento de informações e coordenação de políticas e ações com o apoio da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Guiada pela visão de construir uma comunidade com um futuro compartilhado para a humanidade, a China estará mais que pronta para compartilhar suas boas práticas e fornecer a assistência que puder aos países atingidos pelo surto crescente, disse Xi.

Xi pediu que os países façam uma resposta coletiva ao controle e tratamento no nível internacional.

A China estabeleceu seu centro de conhecimento online da COVID-19 que é aberto a todos os países, disse o presidente chinês.

Ele disse que é imperativo que os países juntem suas forças e acelerem a pesquisa e o desenvolvimento de medicamentos, vacinas e capacidades de teste na esperança de alcançar avanços rápidos para o benefício de todos.

A cúpula foi presidida pelo rei da Arábia Saudita, Salman bin Abdulaziz Al Saud. O reino, que exerce a presidência do G20 este ano, disse que ele organizou a reunião extraordinária para avançar os esforços globais para lidar com a pandemia e suas implicações econômicas.

Os líderes dos membros do G20 se reuniram com seus homólogos de alguns países convidados, incluindo Espanha, Jordânia, Cingapura e Suíça, assim como das Nações Unidas, do Banco Mundial e de outras organizações internacionais, e de países de presidência de algumas organizações regionais.

Incluindo 19 países mais a União Europeia, os membros do G20 respondem por cerca de dois terços da população humana inteira e 86% do produto mundial bruto.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001389208591