Banco central chinês injeta liquidez no mercado

2020-01-15 13:05:07丨portuguese.xinhuanet.com

Beijing, 20 dez (Xinhua) -- O Banco Popular da China (BPC), o banco central do país, injetou dinheiro no sistema financeiro nesta quarta-feira via operações de mercado aberto para manter a liquidez no mercado.

Um total de 300 bilhões de yuans (US$ 43,6 bilhões) foi injetado no mercado via facilidade de empréstimos de médio prazo (MLF) para compensar o impacto dos fatores como pagamentos de impostos e manter a liquidez no sistema bancário em um nível razoavelmente suficiente, segundo o BPC.

Os fundos vencerão em um ano a uma taxa de juros de 3,25%

A ferramenta MLF foi introduzida em 2014 para ajudar os bancos comerciais e de fomento a manterem liquidez permitindo que eles obtenham emprestado do banco central usando títulos como colaterais.

O BPC também injetou 100 bilhões de yuans no mercado através de recompras reversas (reverse repos) de 14 dias a uma taxa de juros de 2,65%

Ao mesmo tempo, nenhum acordo de recompra reversa venceu na quarta-feira.

O país continuará a implementar uma política fiscal proativa e uma política monetária prudente, de acordo com a Conferência Central de Trabalho Econômico realizada em dezembro.

A qualidade e o efeito da política fiscal devem ser aprimorados com mais esforços no ajuste estrutural, enquanto a política monetária deve ser buscada com flexibilidade moderada para manter a liquidez de mercado em um nível razoavelmente amplo, segundo um comunicado divulgado depois da conferência.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001387064561