UE reduz previsão de crescimento econômico para 2019 e 2020

2019-11-09 13:43:27丨portuguese.xinhuanet.com

Bruxelas, 7 nov (Xinhua) - A Comissão Europeia disse na quinta-feira que o produto interno bruto (PIB) da área do euro deverá crescer 1,1 por cento em 2019 e 1,2 por cento em 2020 e 2021.

Em comparação com as projeções divulgadas pelo auxiliar-executivo da União Europeia em julho, a previsão de crescimento foi rebaixada em 0,1 pontos percentuais para 2019 e 0,2 pontos percentuais em 2020.

A economia europeia está em seu sétimo ano consecutivo de expansão, mas o bloco agora "parece estar caminhando para um período prolongado de crescimento mais moderado e inflação abafada", informou a comissão em comunicado.

"O ambiente externo se tornou muito menos favorável e a incerteza está alta. Isso está afetando particularmente o setor de manufatura, que também está passando por mudanças estruturais", afirmou.

A comissão disse que as tensões comerciais entre os Estados Unidos e a China e os altos níveis de incerteza política, especialmente no que diz respeito ao comércio, reduziram o investimento, a manufatura e o comércio internacional.

"Com o crescimento do PIB global permanecendo fraco, o crescimento na Europa dependerá da força de setores mais voltados para o mercado interno", afirmou.

O vice-presidente da Comissão Europeia para o Euro e o Diálogo Social, Valdis Dombrovskis, disse que o bloco enfrentará "águas turbulentas pela frente", incluindo "um período de alta incerteza relacionada aos conflitos comerciais, tensões geopolíticas crescentes, fraqueza persistente no setor manufatureiro e no Brexit".

As principais autoridades da zona do euro disseram anteriormente que a Alemanha e a Holanda, que administram superávits orçamentários, deveriam investir mais para ajudar a impulsionar o crescimento econômico em suas próprias economias e em toda a zona do euro.

Dombrovskis disse que "exortou" todos os estados membros com altos níveis de dívida pública a adotarem políticas fiscais prudentes e "os estados membros que têm espaço fiscal devem usá-la agora".

"Todas as alavancas políticas precisam ser usadas para fortalecer a resiliência da Europa e apoiar o crescimento", disse o comissário europeu de Assuntos Econômicos e Financeiros, Tributação e Alfândega, Pierre Moscovici.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001385417031