Ao menos 97 mortos em 2ª onda de protestos no Iraque, segundo relatório da ONU

2019-11-08 21:26:09丨portuguese.xinhuanet.com

Bagdá, 6 nov (Xinhua) -- A violência relacionada à manifestação de 25 de outubro a 4 de novembro causou ao menos 97 mortes e milhares de feridos durante a segunda onda de protestos iniciadas no Iraque no dia 25 de outubro, disse na terça-feira a Missão de Assistência das Nações Unidas para o Iraque (UNAMI).

De acordo com um relatório publicado pela UNAMI, embora as forças de segurança iraquianas tenham mostrado mais restrições do que nos primeiros protestos, particularmente em Bagdá, o uso ilegal de armas letais e não letais pelas forças de segurança e elementos armados requer atenção urgente.

O relatório afirmou que a UNAMI descobriu que graves violações e abusos dos direitos humanos continuaram ocorrendo na segunda onda de protestos no Iraque.

A representante especial da secretária-geral das Nações Unidas para o Iraque, Jeanine Hennis-Plasschaert, disse que o relatório destacou áreas em que são necessárias ações imediatas para parar o círculo vicioso da violência e ressaltou mais uma vez o imperativo da prestação de contas.

Desde 25 de outubro, protestos acontecem em Bagdá e em outras cidades do centro e sul do Iraque, exigindo reformas abrangentes, combate à corrupção, melhoria dos serviços públicos e oportunidades de emprego.

No início de outubro, protestos em massa eclodiram no Iraque por razões semelhantes.

 

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001385399881