Irã retoma enriquecimento de urânio em Fordow para reduzir mais compromissos com armas nucleares

2019-11-08 21:26:09丨portuguese.xinhuanet.com

Teerã, 7 nov (Xinhua) -- O Irã retomou o enriquecimento de urânio nas instalações nucleares de Fordow no início da quinta-feira para reduzir ainda mais seus compromissos com o acordo nuclear iraniano de 2015, conhecido como Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA).

A Organização de Energia Atômica do Irã (AEOI) anunciou na quinta-feira que começou a injetar hexafluoreto de urânio (UF6) oficialmente nas centrífugas da usina nuclear de Fordow, informou a agência de notícias oficial IRNA.

Behrouz Kamalvandi, porta-voz da AEOI, disse que a injeção de UF6 é monitorada pela Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).

Na quarta-feira, o Irã transferiu 2.000kg de UF6 da instalação nuclear de Natanz para Fordow para injetar em 1.044 centrífugas.

Com base no JCPOA conquistado em 2015, o Irã teve permissão para girar as centrífugas IR-1 em Fordow, o local nuclear próximo à cidade central de Qom, sem gás de urânio.

Kamalvandi disse que o estoque iraniano de urânio enriquecido atualmente é de cerca de 500kg e aumentaria cerca de seis kg por dia com a retomada do enriquecimento em Fordow, segundo a agência de notícias Tasnim.

Kamalvandi também disse que a pureza do enriquecimento de urânio em Fordow chegará a 4,5 por cento no sábado e os inspetores da AIEA voltarão para verificar o processo, segundo a Press TV.

Na quarta-feira, o presidente iraniano, Hassan Rouhani, disse que ao dar o novo passo para reduzir ainda mais os compromissos do Irã com o importante acordo nuclear de 2015, "Fordow voltará em breve à plena operação".

"A AIEA está ciente da nova ação do Irã e continuará monitorando" as atividades nucleares do Irã, disse Rouhani.

O presidente iraniano enfatizou que Teerã está pronta para abraçar seus compromissos nucleares, desde que as partes no acordo cumpram seus compromissos também.

"O Irã interromperá a injeção de gás nas centrífugas em Fordow quando eles implementarem seus compromissos" de proteger os interesses do Irã sob o acordo nuclear, disse ele, acrescentando que neste caso, "a medida atual do Irã é reversível".

A recente ação do Irã é o quarto passo do país para reduzir seus compromissos nucleares desde maio deste ano.

Em uma reação à retirada dos EUA do JCPOA em maio de 2018 e ao ato de reimpor sanções contra a República Islâmica, e em resposta à lentidão dos europeus em facilitar as transações bancárias do Irã e suas exportações de petróleo, a República Islâmica, desde seis meses atrás, tomou medidas para abandonar seus compromissos no âmbito do JCPOA.

Além da nova iniciativa para começar atividades de enriquecimento em Fordow, o Irã declarou construir estoques de combustível nuclear e enriquecer urânio de baixo teor para um nível mais alto de pureza. Também iniciou centrífugas avançadas para aumentarem o estoque de urânio enriquecido e atividades de pesquisa do país, todas restritas pelo acordo nuclear.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001385399741