Gabinete de ligação do governo central chinês em Hong Kong condena ataque a faca contra candidato à eleição do conselho distrital

2019-11-08 17:05:55丨portuguese.xinhuanet.com

Hong Kong, 8 nov (Xinhua) -- O Gabinete de Ligação do Governo Popular Central na Região Administrativa Especial de Hong Kong (RAEHK) condenou severamente nesta sexta-feira o ataque a faca contra um candidato às próximas eleições do conselho distrital.

Junius Ho, membro do Conselho Legislativo da RAEHK, foi esfaqueado no peito por um homem no distrito de Tuen Mun na manhã de quarta-feira, quando estava em uma campanha para sua reeleição no conselho distrital . Dois de seus colegas também ficaram feridos no ataque.

O órgão estendeu sinceras condolências a Ho e seus colegas e expressou extrema indignação e severa condenação pela atrocidade do agressor de tentar assassinar o legislador em plena luz do dia.

O criminoso tentou esfaquear Ho no coração com uma faca a curta distância, uma intenção manifesta de matá-lo, apontou o gabinete.

Esse crime extremamente violento, direcionado diretamente a um candidato à eleição, excedeu completamente a linha limite da lei e da humanidade e prejudicará seriamente a justiça e a segurança das eleições do conselho distrital, destacou a autoridade.

"Apoiamos firmemente as autoridades relevantes da RAEHK na investigação minuciosa da verdade e punição severa do agressor".

O órgão enfatizou que, à medida que as eleições para o conselho distrital estão se aproximando, os extremistas pretendem criar um terror e um efeito assustador, atacando e ateando fogo nos escritórios dos membros do conselho distrital que amam o país e amam Hong Kong, bem como algumas lojas, ameaçando candidatos e voluntários, destruindo cartazes eleitorais e até assassinando um candidato patriótico, de modo a intimidar o povo patriótico de Hong Kong para não concorrer nas eleições, apoiar a votação ou mesmo votar.

Os residentes de Hong Kong devem reconhecer plenamente as más intenções dos manifestantes em sabotar as eleições do conselho distrital e dividir Hong Kong, devem se levantar com coragem e condenar severamente o terror e a violência eleitoral, trabalhar juntos para se manifestar contra a violência, manter a ordem eleitoral imparcial, justa e segura e defender o Estado de direito e o princípio de "um país, dois sistemas" em Hong Kong, acrescentou o gabinete.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001385397281