Entrevista: Club Med mostra o conhecimento francês sobre esportes de inverno na CIIE, diz CEO

2019-11-08 16:28:57丨portuguese.xinhuanet.com

Paris, 6 nov (Xinhua) -- O gigante resort Club Med, sediado na França, visa ajudar o público e as instituições chinesas a se beneficiarem do conhecimento francês nos esportes de inverno causando o desejo de descobrir os Alpes franceses, disse à Xinhua seu presidente e CEO, Henri Giscard d'Estaing.

O Club Med, que foi comprado pelo grupo chinês Fosun por 939 milhões de euros (1,04 bilhão de dólares americanos) em 2015, também planeja desenvolver "novos resorts dentro e fora da China", disse em entrevista recente, Giscard d'Estaing.

O Club Med e Fosun aparecem juntos no pavilhão "Gelo e Neve" na segunda Exposição Internacional de Importação da China (CIIE), realizada em Shanghai de terça a domingo. Além disso, eles planejam assinar novos acordos para o estabelecimento de uma escola de esqui e resorts nas montanhas.

"De acordo com a nossa posição aqui na Europa, onde somos líderes em férias nas montanhas, nos Alpes, queremos criar na China a mesma atratividade dos esportes de inverno", disse Giscard d'Estaing.

Na CIIE, "queremos dar ao público chinês a oportunidade de experimentar esportes de inverno na China causando o desejo de visitarem os Alpes franceses", continuou ele.

O Club Med abriu dois resorts de montanha na China, nas províncias do nordeste de Heilongjiang e Jilin. Em um momento em que os esportes de inverno na China estão em uma forte onda de desenvolvimento e interesse, o Club Med e a Ecole du Ski Francais (Escola Francesa de Esqui) estão criando uma "Academia de Esqui da China".

A China é o maior mercado de turismo do mundo e, cada vez mais, férias e viagens são integradas ao estilo de vida chinês.

"Então, queremos fazer parte, contribuir e nos beneficiar como empresa. E, portanto, temos planos de criar novos resorts na China em locais excepcionais", disse ele.

"A China é um destino e mercado muito importante para nós, mas queremos também garantir que possamos oferecer às famílias chinesas a capacidade de descobrir o mundo e se beneficiar dos locais excepcionais que o Club Med criou nos últimos 70 anos", acrescentou ele.

"Existem muitos fatores atraentes na China. O primeiro é o tamanho do mercado chinês, com o crescimento da economia, mas também o extraordinário desenvolvimento tecnológico e eu diria avançado da China em muitos campos. É na China que estão aprendendo práticas digitais mobile", disse Giscard d'Estaing.

A China "não é apenas um mercado, mas também um lugar onde aprendemos. Aprendemos maneiras de melhorar nosso marketing, construindo novas formas de venda que nos ajudam em todo o mundo".

Henri Giscard d'Estaing, 63 anos, é o filho mais velho do ex-presidente francês Valery Giscard d'Estaing. Ele visitou a China como representante dos jovens franceses na década de 1970. Desde sua primeira viagem à China, ele testemunhou grandes transformações na China.

A dinâmica na sociedade e na economia chinesas, a incrível velocidade das mudanças e seu desenvolvimento oferecem simultaneamente inúmeras oportunidades ao mundo, acrescentou Giscard d'Estaing.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001385394261