Fundação GX da China assina memorando de entendimento que ajudará eliminar cegueira por catarata no Camboja

2019-10-10 16:19:31丨portuguese.xinhuanet.com

Phnom Penh, 9 out (Xinhua) - A Fundação GX da China assinou nesta terça-feira um Memorando de Entendimento (MoU) para ajudar a eliminar a cegueira por catarata no Camboja.

O Memorando de Entendimento sobre o projeto de eliminação da cegueira por catarata foi assinado entre Leung Chun-ying, vice-presidente do Comitê Nacional da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês e presidente da Fundação GX, e o ministro da Saúde do Camboja, Mam Bunheng, sob a presença do embaixador chinês no Camboja, Wang Wentian.

Falando na cerimônia de assinatura, Leung disse que o MoU formalizou e marcou o início dos esforços da fundação para ajudar a eliminar a cegueira por catarata no Camboja.

"A China e o Camboja mantiveram relações fortes e cordiais em todos os níveis e em todas as áreas", afirmou. "O lançamento do primeiro programa internacional da Fundação GX na província de Prey Veng (sudeste) reforça ainda mais os objetivos comuns de nossos dois países".

"Sob o programa, a Fundação fornecerá operações cirúrgicas sem custos para restaurar a visão de todos os pacientes cegos devido catarata em Prey Veng, eliminando assim a cegueira por catarata na província", disse Leung.

A Fundação GX é uma organização não governamental e sem fins lucrativos chinesa registrada na Região Administrativa Especial de Hong Kong com o objetivo de fornecer ajuda humanitária no setor de saúde pública, disse Leung, acrescentando que foi criada em 2018 para realizar conectividade entre as pessoas sob a Iniciativa do Cinturão e Rota.

O ministro Bunheng disse que a catarata é considerada uma das principais preocupações com a saúde ocular no país do sudeste asiático, e que o projeto é muito importante para ajudar a restaurar a visão dos pacientes com catarata no Camboja.

"Isso causa 74,7 por cento de cegueira, e precisamos de mais recursos para combater esse problema, incluindo recursos humanos, além de equipamentos e tecnologias modernas", afirmou o ministro.

"Acredito firmemente que a assinatura do MoU hoje trará setores públicos e privados, e a academia de ambos os países, China e Camboja, para trabalhar em conjunto para erradicar a cegueira por catarata na província de Prey Veng e, eventualmente, em todo o Camboja em um futuro próximo", adicionou ele.

Enquanto isso, Bunheng falou muito alto do projeto de eliminação da cegueira por catarata no sudeste da província de Kampong Cham, dizendo que as equipes médicas do Camboja haviam aprendido muito com seus colegas chineses.

Até o momento, o projeto forneceu a consulta de problemas de saúde ocular a cerca de 10.504 pacientes e operou a catarata em 4.961 pacientes, disse ele.

O embaixador Wang disse que o projeto é uma nova etapa da participação da Fundação GX na construção da Iniciativa do Cinturão e Rota.

"Não está apenas enriquecendo o conteúdo da cooperação da Iniciativa do Cinturão e Rota entre China-Camboja, mas também promovendo o intercâmbio entre pessoas dos dois países", afirmou ele.

Ele acrescentou que a assistência médica é uma parte importante da cooperação pragmática entre China-Camboja.

Além de ajudar a construir hospitais amigáveis no Camboja, a China presta assistência médica ao povo do Camboja de várias formas, desde a erradicação da catarata, combate à malária até operações médicas para pacientes infantis de doenças cardiovasculares, disse o embaixador.

"O lado chinês sempre atribuiu importância à promoção do padrão de saúde do povo do Camboja, fornecendo subsídios e apoios para melhorar as condições sanitárias e de saúde pública do país", afirmou ele.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001384610711