Brasil registra deflação de 0,04% em setembro, o menor nível para o mês desde 1998

2019-10-10 13:24:22丨portuguese.xinhuanet.com

Rio de Janeiro, 9 out (Xinhua) -- O Brasil registrou em setembro uma deflação de 0,04%, o menor nível para o mês desde 1998, informou o governo.

Segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), trata-se da primeira deflação no Brasil desde novembro de 2018 (-0,21%). A queda dos preços em setembro contrasta com o aumento de 0,48% do mesmo mês do ano passado.

Com o resultado de setembro, a inflação no Brasil subiu 2,49% nos primeiros nove meses do ano, que também é o menor resultado para o período desde 1998.

No acumulado dos últimos doze meses, a inflação foi de 2,89%, inferior à meta de 4,25% estabelecida pelo governo para este ano.

Esta é a primeira vez desde maio de 2018 que a inflação fica abaixo dos 3% no acumulado dos doze meses anteriores.

Segundo o IBGE, a queda dos preços em setembro foi liderada pelos alimentos e bebidas (-0,43% ). Também foi registrada deflação nos artigos para casa (-0,76%) e comunicação (-0,01%).

"O grupo de alimentação e bebidas já tinha apresentado uma queda em agosto de 0,35%, que se intensificou a 0,43%, pressionada pela desaceleração da alimentação fora de casa, associada à queda na alimentação em casa, que caiu pelo quinto mês seguido", ressaltou o IBGE.

A meta central da inflação para este ano no Brasil é de 4,25%, com uma margem de tolerância entre 2,75 e 5,75%. Para conseguir manter esta meta, o Banco Central eleva ou reduz a taxa básica de juros. Na semana passada a taxa baixou para 5,5%, o menor nível da história.

Em 2018, o Brasil registrou uma inflação de 3,75%. Para este ano, o mercado financeiro calcula que será de 3,42%.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001384607811