Xi se reúne com primeiro-ministro do Paquistão e pede pelo fortalecimento de uma comunidade mais estreita com futuro compartilhado

2019-10-10 13:24:22丨portuguese.xinhuanet.com

CHINA-BEIJING-XI JINPING-PAKISTANI PM-MEETING (CN)

(Xinhua/Liu Weibing)

Beijing, 10 out (Xinhua) -- O presidente chinês, Xi Jinping, reuniu-se na quarta-feira com o primeiro-ministro paquistanês, Imran Khan, e prometeu trabalhar conjuntamente para fortalecer a coordenação estratégica e a cooperação pragmática para estabelecer uma comunidade mais estreita com futuro compartilhado na nova era entre a China e o Paquistão.

Ao indicar que os dois países são parceiros de cooperação estratégica sob todas as condições, Xi disse que não importa como mude a situação internacional e regional, a amizade entre a China e o Paquistão é inquebrável e sólida como uma rocha, e que a cooperação China-Paquistão sempre manteve uma forte vitalidade com uma contínua expansão.

A China sempre considerou as relações com o Paquistão como uma prioridade diplomática e continuará apoiando firmemente o Paquistão nas questões concernentes a seus interesses fundamentais e de maior preocupação, assinalou Xi.

Este ano marca o 70º aniversário da fundação da República Popular da China.

"Realizamos uma série de atividades celebrativas, o que representa uma oportunidade para a educação patriótica intensiva. O povo chinês, cujo número chega a quase 1,4 bilhão, estabeleceu uma força coesiva com um patriotismo sem precedentes, consolidando nossa confiança e determinação para continuar avançando pelo caminho do socialismo com características chinesas apesar das dificuldades, lidar com nossos próprios assuntos e nos manter firmes na comunidade de nações", disse Xi.

No passado, o Paquistão ofereceu de maneira abnegada ajuda à China nos momentos de dificuldade, e agora como a China se desenvolveu, espera sinceramente ajudar o Paquistão a conquistar o seu desenvolvimento, assinalou Xi.

Ele pediu que as duas partes mantenham intercâmbios de alto nível estreitos, intensifiquem a comunicação estratégica e coordenem posições sobre as principais questões de maneira oportuna.

Em relação ao Corredor Econômico China-Paquistão (CPEC, na sigla em inglês), Xi disse que as duas partes devem adotar um elevado padrão, construir e administrar efetivamente os projetos de energia existentes, a infraestrutura de transportes, os parques industriais e os projetos relativos ao padrão de vida do povo, e tornar o CPEC em um modelo para construir conjuntamente a Iniciativa do Cinturão e Rota.

A China aprecia enormemente e apoia firmemente os esforços do Paquistão no combate ao terrorismo, indicou Xi, pedindo que as duas partes intensifiquem a comunicação e a cooperação dentro das Nações Unidas, a Organização de Cooperação de Shanghai e outros mecanismos multilaterais para proteger conjuntamente a paz e a estabilidade regionais.

Imran Khan transmitiu suas felicitações pelo 70º aniversário de fundação da República Popular da China.

O Paquistão está encantado em ver os êxitos de desenvolvimento destacados da China e tem gratidão pela China por sempre aderir aos princípios e defender a justiça e por seu firme suporte e ajuda abnegada ao Paquistão, acrescentou Khan.

"Os fatos comprovam que a China é um parceiro de cooperação estratégica sob todas as condições do Paquistão e que a amizade dos dois países desfruta do apoio popular", indicou ele, esperando continuar fortalecendo os intercâmbios, a coordenação e a cooperação com a China, e impulsionando a construção do CPEC para transformá-lo em um paradigma da Iniciativa do Cinturão e Rota.

Também prometeu continuar promovendo firmemente os esforços contra o terrorismo para proteger a segurança e a estabilidade.

Khan informou a Xi sobre as opiniões do Paquistão em relação à situação na Caxemira, esperando evitar a deterioração da situação, e acrescentou que o Paquistão valoriza e aprecia a posição objetiva e imparcial da China.

Xi disse a Khan que a China está acompanhando de perto a situação na Caxemira e que os fatos são claros.

"A China apoia o Paquistão na proteção de seus próprios direitos legítimos e espera que as partes relevantes possam solucionar suas disputas através do diálogo pacífico", indicou Xi.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001384607781