(Multimídia) Angola inicia oferta internacional de mineração

2019-10-08 13:44:22丨portuguese.xinhuanet.com

Um joalheiro lixa um diamante em uma exposição de mineração em Luanda, capital de Angola. (Foto de arquivo da Xinhua)

Luanda, 7 out (Xinhua) -- O Ministério de Recursos Minerais e Petróleo de Angola iniciou na segunda-feira uma oferta internacional para a aquisição dos direitos de exploração de diamante, ferro e fosfato em cinco regiões do país.

As concessões de diamante se localizam em Lunda Norte e Lunda Sul (leste), enquanto as de ferro em Cuanza-Norte (norte) e as de fosfato nas províncias de Cabinda e Zaire (norte).

O Ministério de Recursos Minerais e Petróleo disse que, no caso das concessões de mineração de diamante, o objetivo é aumentar a produção das minas Camafuca-Camazambo (1,389 quilômetro quadrado) e Tchitengo (1,022 quilômetro quadrado), ambas localizadas no leste de Angola.

Um visitante vê um diamante polido durante a exibição de jóia de diamante de Namibia em Windhoek, capital da Namibia, no dia 25 de novembro de 2015. A Namíbia é atualmente o quarto maior país produtor de diamantes da África, depois de Angola, Botsuana e África do Sul. (Xinhua/Wu Changwei)

A aquisição dos direitos para explorar os 7.750 quilômetros quadrados ocupados pela mineração de ferro visa impulsionar o Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (PRODESI) de Angola.

As concessões de fosfato visam impulsionar a indústria de fertilizante do país.

A adjudicação será dada aos candidatos oferecendo vantagens econômicas e técnicas para desenvolver os programas que garantem a produção das concessões de mineração.

As entidades, tanto angolanas como estrangeiras ou joint-ventures, podem ser apresentadas até 18 de novembro de 2019.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001384557881