(Multimídia) Centro de ciência e tecnologia de Beijing aumenta investimento em pesquisa e desenvolvimento

2019-10-08 13:44:22丨portuguese.xinhuanet.com

Jornalistas observam uma mala inteligente durante uma visita na Exposição de Êxitos de Inovação na Zona Nacional de Demonstração de Inovação de Zhongguancun em Beijing, capital da China, em 26 de setembro de 2019. (Xinhua/Liu Chan)

Beijing, 8 out (Xinhua) -- O centro de alta tecnologia de Beijing, Zhongguancun, conhecido como "Vale do Silício" da China, aumentou seu investimento em funcionários e em pesquisa e desenvolvimento (P&D) durante o período de janeiro a agosto deste ano.

As despesas em P&D totalizaram 146,45 bilhões de yuans (US$ 20,5 bilhões), um aumento de 16,1% em relação ao ano anterior, de acordo com o último relatório do Departamento Municipal de Estatísticas de Beijing.

A receita total das grandes empresas de alta tecnologia em Zhongguancun foi de aproximadamente 3.707 trilhões de yuans, subindo 12,5% ante o mesmo período do ano passado, informou o departamento.

Essas empresas atualmente empregam 622 mil funcionários que atuam no setor de pesquisa e desenvolvimento, alta de 1,3% em termos anuais.

As estatísticas apontaram que os campos de eletrônica e informação, novos materiais e tecnologia aplicada, assim como manufatura avançada apresentaram um bom desempenho, com um crescimento anual de 14,5%, 10,2% e 14,1%, respectivamente.

Zhongguancun, fundada em 1988 e localizada no noroeste de Beijing, agrupa universidades e institutos de pesquisa e foi a primeira zona de desenvolvimento industrial de alta tecnologia do país.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001384557851