Presidente brasileiro desmente que pretenda acabar com a estabilidade dos funcionários públicos

2019-10-08 12:44:21丨portuguese.xinhuanet.com

Brasília, 7 out (Xinhua) -- O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, declarou nesta segunda-feira que "nunca falou" sobre acabar com a estabilidade dos funcionários públicos, durante as discussões dentro do governo com relação a uma reforma administrativa ainda em preparação.

A declaração de Bolsonaro feita aos jornalistas na saída do Palácio da Alvorada, residência oficial do Presidente da República, foi em resposta a um artigo publicado pelo jornal Correio Braziliense, em que se afirmava que a proposta de reforma administrativa a ser enviada ao Congresso Nacional previa tal medida.

"Capa do Correio Braziliense dizendo que vou acabar com a estabilidade dos servidores. Não dá para continuar com tanta patifaria por parte de vocês. Nunca falei disso. Querem por os funcionários públicos contra mim", disse o presidente.

O projeto de reforma administrativa se encontra na fase de últimos ajustes no Ministério da Economia, que deve enviá-lo ao Congresso nos próximos dias.

Segundo a equipe econômica liderada pelo ministro Paulo Guedes, a ideia é criar um novo formato de contratação sem o dispositivo legal que dificulta a demissão de funcionários.

O presidente também criticou uma reportagem do jornal Folha de São Paulo que o envolveu em um suposto caso de fundos não declarados durante a campanha eleitoral do ano passado.

"Lamento que a imprensa brasileira aja assim. Todo o tempo mentindo, distorcendo, difamando. Vocês querem me derrubar? Eu tenho couro duro, vai ser difícil", enfatizou.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001384556711