Conquistas da China em inovação tecnológica chamam atenção do mundo tecnológico dos EUA

2019-09-21 07:10:37丨portuguese.xinhuanet.com

Los Angeles, 19 set (Xinhua) -- As conquistas da China em inovação tecnológica têm atraído cada vez mais atenção da mídia americana e do mundo da alta tecnologia e conquistaram afirmações de renomados especialistas em tecnologia dos EUA.

A China de alta tecnologia está inventando a próxima novidade em tecnologias de ponta: inteligência artificial, biotecnologia, energia verde, robótica e comunicações móveis super rápidas e altamente funcionais, de acordo com um relatório recente publicado pela Forbes.

"A China não está mais copiando dos EUA. Agora o inverso é verdadeiro. O Facebook copiou o WeChat em mensagens de grupo privadas e seguiu o aplicativo de vídeo de 15 segundos TikTok. A Amazon imitou o Alibaba no varejo eletrônico. O Lime seguiu as marcas originais Mobike e Ofo da China no compartilhamento de bicicletas", afirmou o relatório.

Em uma entrevista à Xinhua, Eric Topol, um cientista do renomado Instituto Scripps, na Califórnia, chamou um chip eletrônico inovador desenvolvido pelo cientista chinês de "avanço".

O chip Tianjic, que foi incorporado a uma bicicleta autônoma sem condutor, pode detectar e rastrear alvos, evitar obstáculos, se equilibrar, entender comandos de voz e até tomar decisões independentes como resultado do processamento simultâneo do chip de algoritmos e modelos versáteis.

"Não é a primeira bicicleta autônoma. Mas equipada com um chip de inteligência artificial, ela pode ser a mais próxima de pensar por si mesma", disse um artigo publicado no The New York Times, intitulado "And Now, a Bicycle Built for None", ("E Agora, uma Bicicleta Construída para Ninguém").

Topol disse que a China também está abrindo novos caminhos na aplicação da IA à prática clínica.

"O governo chinês se comprometeu extensivamente a apoiar a IA da saúde, refletido em bilhões de dólares americanos em investimentos e na designação de um de seus cinco laboratórios nacionais de IA especificamente para aplicações clínicas", disse ele.

Para tirar o máximo proveito das soluções de aprendizado profundo em saúde, os Estados Unidos e a China devem colaborar, não competir, enfatizou Topol.

A cooperação entre os Estados Unidos e a China pode não apenas impulsionar o momento da IA ​​em todo o mundo, mas também acelerar a criação de uma infraestrutura global de pesquisa e saúde na qual padrões éticos e regulatórios harmonizados facilitem o compartilhamento de dados de saúde e potencializem o aprendizado profundo, disse ele.

Um número crescente de empresas de alta tecnologia e instituições acadêmicas dos EUA fizeram parceria com empresas e instituições chinesas, juntamente com o avanço da tecnologia na China.

A gigante tecnológica dos EUA, Qualcomm, anunciou cooperação estratégica com a Tencent Games da China em julho deste ano no campo do entretenimento digital. Ao utilizar os principais produtos e tecnologias da Qualcomm Technologies com base nas plataformas Snapdragon e os conhecimentos e recursos de desenvolvimento de jogos da Tencent, ambas as partes pretendem desenvolver jogos populares e de alta qualidade que podem ser experimentados pelos consumidores em uma variedade de plataformas e dispositivos Snapdragon.

Frank Meng, presidente da Qualcomm China, disse à Xinhua que a Qualcomm valoriza o mercado chinês e mantém uma cooperação muito próxima com os parceiros chineses.

Os jogos móveis, um importante caso de uso 5G, aproveitarão em breve a próxima geração de conectividade, disse ele, acrescentando que velocidades mais rápidas, mais largura de banda e latência ultrabaixa de ponta suportarão jogos em tempo real, com vários jogadores e imersivos experiência.

"Estamos ansiosos por essa nova cooperação com a Tencent Games para enriquecer vidas e transformar comportamentos de jogos em escala global", disse ele em entrevista à Xinhua.

O Laboratório de Métodos de Pesquisa e Ciência de Dados (RMDS), uma organização líder em pesquisa de ciência de dados centrada na comunidade dos EUA com sede em Pasadena, Califórnia, assinou um acordo de cooperação estratégica com o Laboratório Nacional de Engenharia da China em Tecnologia de Aplicação de Big Data Industrial e o Centro de Inovação de Big Data Industrial, pesquisa científica conjunta, treinamento de pessoal, compartilhamento de recursos e outras soluções tecnológicas.

"A China possui o maior mercado de aplicativos do mundo para manufatura industrial. Estamos confiantes e otimistas sobre o grande potencial de nossa cooperação com parceiros chineses", disse à Xinhua Alex Liu, fundador do RMDS Lab e cientista chefe de dados da IBM.

Liu disse que a China lidera o mundo em tecnologias em áreas como reconhecimento facial, gerenciamento inteligente de cidades, pagamento móvel e dados de identificação.

Ele atribuiu o rápido progresso científico e tecnológico da China à contribuição e apoio do governo, à inovação de empresas de alta tecnologia, à referência de experiência estrangeira e ao ambiente sólido do público para aceitar novas tecnologias.

Os pedidos de patentes da China subiram para 22 por cento do total mundial, em comparação com 23 por cento nos Estados Unidos. Os gastos chineses em pesquisa e desenvolvimento estão rapidamente alcançando o nível dos EUA. A China já tem a liderança mundial em trabalhos científicos acadêmicos e os supercomputadores mais rápidos, de acordo com relatos da mídia dos EUA.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001384078351