Estado de emergência declarado na ilha grega de Eubeia devido incêndio, deixando 8 pessoas levemente feridas

2019-08-14 14:43:23丨portuguese.xinhuanet.com

Eubeia, Grécia, 13 ago (Xinhua) - A parte central da ilha grega de Eubeia foi declarada em estado de emergência pelas autoridades locais na terça-feira, quando mais de 250 bombeiros lutavam para controlar um grande incêndio que até atingiu áreas florestais e forçou a evacuação de quatro aldeias, informou a agência de notícias nacional grega AMNA.

Oito pessoas ficaram levemente feridas, de acordo com o canal local One TV Channel. Até agora, o Corpo de Bombeiros relatou danos em casas e carros incendiados na vila de Makrymalli, a duas horas de carro a nordeste de Atenas.

O incêndio que se iniciou na madrugada de terça-feira não foi contido antes do pôr do sol, já que os esforços dos bombeiros foram prejudicados por fortes ventos na área de até 8 na escala de Beaufort.

Diante do maior desafio entre centenas de incêndios florestais neste verão, a Grécia solicitou a ajuda de parceiros europeus.

A UE ativou seu mecanismo de emergência para desastres e a Croácia e a Itália enviaram quatro aviões de combate a incêndios da Canadair que devem começar a operar na manhã de quarta-feira, disse o primeiro-ministro grego, Kyriakos Mitsotakis, do Centro de Operações de Coordenação dos Bombeiros em Atenas.

"Tudo o que é humanamente possível está sendo feito, qualquer coisa que possa ser feita. O mecanismo estatal foi totalmente ativado e eu desejo que o tempo também ajude para que a situação melhore", disse Mitsotakis à emissora nacional grega ERT.

"Hoje temos uma batalha difícil contra condições muito duras. Nossa prioridade é proteger vidas humanas, transferir pessoas para locais seguros e proteger suas propriedades", acrescentou o ministro de Proteção ao Cidadão, Michalis Chysochoidis.

Em Eubeia, o incêndio destruiu, entre outras zonas florestadas, parte de uma floresta de pinheiros que foi incluída na rede de áreas protegidas Natura 2000 da UE.

Yorgis Sentemedis, um apicultor de Kalamata, no sul da Grécia, tinha várias colmeias nesta área florestal especial. Ele estava mais infeliz com o desastre ecológico do que com as perdas econômicas, disse à Xinhua perto das aldeias afetadas.

"No ano passado a área sofreu novamente com um incêndio, mas este ano não foram implementadas medidas adequadas de proteção. Não houve patrulhas suficientes nem zonas de proteção contra incêndio criadas. É uma pena. Nossos filhos e netos nunca verão essa floresta", ele disse.

"Espero que possamos aprender uma lição com tudo isso e consigamos evitar desastres semelhantes no futuro em outras partes da Grécia", acrescentou ele.

Um total de 796 bombeiros foram enviados para enfrentar um total de 56 incêndios florestais registrados em todo o país na terça-feira, informou o Corpo de Bombeiros. A maioria foi contida dentro de algumas horas.

A fumaça da terra da floresta queimada em Eubeia alcançou lugares tão distantes quanto Atenas, com oficiais e especialistas advertindo o público, em particular os indivíduos vulneráveis, a ficarem em ambientes fechados.

A cada verão, a Grécia sofre com incêndios destrutivos, ligados principalmente a ondas de calor e incêndios criminosos. Em julho de 2018, um incêndio varreu um resort perto de Atenas, resultando em 102 vítimas.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001383084021