Exército venezuelano se une à campanha contra sanções dos EUA

2019-08-14 14:43:22丨portuguese.xinhuanet.com

Caracas, 13 ago (Xinhua) - O ministro da Defesa da Venezuela, Vladimir Padrino Lopez, liderou nesta terça-feira a campanha de assinatura entre membros das Forças Armadas Bolivarianas Nacionais (FANB) para protestar contra as sanções econômicas dos EUA.

Padrino Lopez disse em um discurso transmitido na televisão que eles capturariam "nossos sentimentos de raiva, rejeição, condenação e ódio contra o despotismo" nos cadernos de anotações de assinaturas.

"Temos muitas fontes de inspiração este ano para voltar à nossa história, para encher nossos pulmões de amor pela nossa pátria, para rejeitar o imperialismo americano", disse ele.

O presidente dos EUA, Donald Trump, emitiu uma ordem executiva que congela todos os ativos estatais venezuelanos nos Estados Unidos no dia 5 de agosto.

O ministro disse que a "justiça" deveria ser aplicada contra aqueles que instigaram as sanções econômicas de Washington contra a Venezuela.

"Como soldados da FANB, estamos com sede de justiça, queremos justiça e todos esses danos para a Venezuela. Tudo isso deve ser julgado pela justiça venezuelana", disse ele.

No dia 8 de agosto, o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, pediu uma campanha de "milhões de assinaturas" para apoiar um manifesto que pretende apresentar em setembro à 74ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas para denunciar o "bloqueio criminoso" dos EUA.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001383083931