Tufão Lekima deixa 49 mortos e 21 desaparecidos na China

2019-08-13 09:32:05丨portuguese.xinhuanet.com

Beijing, 13 ago (Xinhua) -- O tufão Lekima deixou 49 mortos e 21 desaparecidos nas províncias chinesas orientais de Zhejiang, Shandong e Anhui, causando devastação com chuvas torrenciais e ventos fortes.

Até segunda-feira, o número de mortos na Província de Zhejiang aumentou para 39, enquanto outras nove pessoas seguem desaparecidas, disse o departamento provincial de controle de inundações de Zhejiang.

O nono e mais forte tufão do ano afetou 6,68 milhões de residentes em Zhejiang, entre os quais 1,26 milhão foram evacuados. Também danificou 234 mil hectares de cultivos, causando uma perda econômica direta de 24,22 bilhões de yuans (US$ 3,4 bilhões).

O Lekima tocou terra por volta de 1h45 de sábado na cidade de Wenling, em Zhejiang. Fez um segundo pouso às 20h50 de domingo na costa de Qingdao na Província de Shandong.

Em Shandong, o tufão deixou cinco mortos e sete desaparecidos, afetando 1,66 milhão de pessoas e forçando a relocação de 183,8 mil pessoas, disse o departamento provincial de gestão de emergência.

Chuvas intensas e ventos fortes danificaram 175,4 mil hectares de cultivos e derrubaram 609 moradias em Shandong, causando uma perda econômica de 1,48 bilhão de yuans, assinalou.

Em Shouguang, uma importante base chinesa de produção de vegetais, 18 mil estufas foram inundadas.

A precipitação média na cidade de Weifang, que administra Shouguang, atingiu 217,5 milímetros entre 6h de sábado e 13h de domingo, a maior precipitação desde que se iniciou o registro hidrológico, em 1952.

Na vizinha província de Anhui, quatro pessoas morreram e cinco ficaram desaparecidas. O tufão afetou mais de 130 mil residentes na província e 20 mil pessoas foram evacuadas logo depois que as inundações danificaram casas, cultivos e caminhos e interromperam a eletricidade e as telecomunicações.

O Lekima danificou cerca de 6 mil hectares de cultivos, derrubou 364 casas e prejudicou 439 casas em Anhui, causando uma perda econômica direta de 437 milhões de yuans, segundo o departamento provincial de gestão de emergência.

O tufão também afetou a Província de Liaoning ao se deslocar ao norte. Mais de 106 mil residentes foram recolocados, 28 trens suspenderam as operações e todos os principais destinos turísticos foram fechados.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001383051751