Destaque: Empresa têxtil chinesa traz nova vida à indústria de algodão do Tajiquistão

2019-06-13 15:19:26丨portuguese.xinhuanet.com

Dushambe, 12 jun (Xinhua) -- "Estou feliz em vender algodão para o povo chinês", disse Vahit, um agricultor de algodão tajique que não deu seu nome completo ao contar suas histórias sobre a Zhongtai (Dangara) New Silk Road Textile Industry Company da China, uma grande empresa produtora de têxteis que une a China e o Tajiquistão.

Sua relação especial com a Zhongtai começou há três anos, quando Zhongtai abriu uma exceção para Vahit e comprou um lote de algodão que havia sido sujado em um acidente de caminhão. Profundamente tocado pelo gesto generoso, Vahit decidiu priorizar seus negócios com empresas chinesas desde então.

Este é um epítome dos planos de desenvolvimento orientados para as pessoas de Zhongtai. Fundada no Distrito de Dangara da Província de Khatlon do Tajiquistão em 2014 pelo Grupo Zhongtai e pela Corporação de Construção de Xinjiang, a empresa, com vigoroso apoio do governo tadjique, pretende construir uma moderna base industrial de algodão que ajude a impulsionar a economia e melhorar a subsistência da população local.

A Zhongtai tem uma razão para ter confiança em seu crescimento, considerando que um clima adequado com luz e calor adequados permite que a Khatlon produza um dos melhores algodões do mundo, e seu potencial ainda não foi totalmente aproveitado.

Com mais de 13.000 hectares de campos de algodão fornecidos pelo governo tadjique, a Zhongtai introduziu tecnologias avançadas da Região Autônoma de Xinjiang Uygur, no noroeste da China, que aumentaram substancialmente a produção anual de algodão na região.

Sob o sol escaldante, vastos campos de algodão verde se estendem até as montanhas ao longe. Canos de irrigação perfeitamente alinhados nos campos estão regando os galhos de algodão, em preparação para a colheita, a dois meses de distância.

"Nós não apenas melhoramos as tecnologias de plantio de algodão, mas também promovemos a cadeia industrial de algodão e têxteis e ajudamos o Tajiquistão a expandir seu mercado externo", disse Zhao Jianlong, chefe do departamento de administração geral da Zhongtai.

Depois que a primeira e a segunda etapas de seu projeto entraram em operação, a Zhongtai criou uma cadeia industrial de cultivo, descaroçamento e fiação de algodão, que é "única no país da Ásia Central", disse Zhao.

Atualmente, a empresa produz anualmente 150.000 fusos de fio, representando 80 por cento da capacidade total de fiação do Tajiquistão. Seus produtos são exportados para vários países, incluindo Turquia, Rússia, Itália e Polônia, tornando-se o maior exportador do Tajiquistão em termos de ganhos em moeda estrangeira.

O projeto Zhongtai é um símbolo do fortalecimento da cooperação entre a China e o Tajiquistão nos últimos anos. Como o maior investidor do Tajiquistão e um importante parceiro comercial, a China investiu em muitos grandes empreendimentos industriais ou projetos no país, trazendo altos impostos e um grande número de empregos para a população local.

Atualmente, o projeto Zhongtai conta com cerca de 600 funcionários tajiques, que aprenderam suas habilidades na empresa ou participaram de programas de treinamento na China.

Sabe-se que os rendimentos dos funcionários da Zhongtai são ainda mais altos do que os dos funcionários públicos locais e trabalhadores de colarinho branco, o que atraiu muitos candidatos.

Em frente a uma fileira de máquinas de fiação de algodão em uma espaçosa oficina têxtil, Sharipova Shifo, mãe solteira de dois filhos, relembrou sua memorável experiência de treinamento de quatro meses na China como funcionária da empresa.

"Gostei das cidades da China! Aprendi a trabalhar numa fábrica têxtil. Quando voltei para cá, trabalhei como especialista e conheço todos os equipamentos... Adoro o meu trabalho e tenho um bom salário", ela disse.

"A fábrica têxtil tem uma excelente reputação aqui. Além dos habitantes locais, muitas pessoas de outras áreas vieram aqui esperando se tornarem funcionários", disse Navruzchon Khabib, intérprete da empresa e membro principal de seu pessoal técnico.

Embora os empregos na empresa estejam em falta no momento, espera-se que milhares de moradores sejam contratados depois que as etapas finais forem colocadas em operação, disse Zhao.

Em apoio ao projeto, várias universidades em Dangara montaram cursos de treinamento em têxtil para cultivar mais profissionais nesse campo, enquanto fábricas da região fornecem manutenção e reparos para os equipamentos da Zhongtai.

As etapas seguintes do projeto Zhongtai estão programadas para serem concluídas e colocadas em operação até 2021, quando a cadeia da indústria será atualizada em todo um processo integrado envolvendo fábricas de tecelagem, tingimento e confecção de roupas.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001381402061