Resumo: Dez jogadores da base do Flamengo morrem e três ficam feridos em incêndio no centro de treinamento

2019-02-09 15:52:34丨portuguese.xinhuanet.com

Rio de Janeiro, 8 fev (Xinhua) -- Dez jogadores das equipes de base do Flamengo morreram e três ficaram feridos devido a um incêndio de grandes proporções que destruiu na madrugada desta sexta-feira o alojamento dos garotos situado no Centro de Treinamento do Ninho do Urubu, em Vargem Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro.

O Corpo de Bombeiros foi chamado às 5h17 (horário local), chegou às 5h38 e levou uma hora para apagar o fogo. No momento do incêndio, havia 26 garotos no alojamento, com idades entre 14 e 16 anos. Treze conseguiram escapar ilesos. Dos três feridos, apenas Jhonatan Ventura está em estado gravíssimo, com 35% do corpo queimado.

A tragédia só não foi maior porque vários jogadores tinham aproveitado o dia de folga para dormir na casa de parentes e amigos.

Os corpos carbonizados dos dez mortos foram levados ao Instituto Médico Legal do Rio de Janeiro e estão em processo de identificação.

Segundo as primeiras informações, o incêndio no alojamento, constituído por seis contêineres interligados, ocorreu devido a um curto circuito nos aparelhos de ar condicionado.

A Prefeitura do Rio de Janeiro divulgou nota na qual afirma que o alojamento dos jovens não tinha licença municipal e que a zona era descrita no projeto do centro de treinamento como "um estacionamento".

Autoridades, atletas e clubes de futebol do Brasil e do mundo publicaram mensagens de pêsames nas redes sociais.

Em nota, o presidente Jair Bolsonaro lamentou. "Nesta manhã, tomamos conhecimento da triste tragédia ocorrida no Centro de Treinamento do Flamengo, vitimando jovens vidas que iniciavam sua caminhada rumo à realização de seus sonhos profissionais. Consternado, o Presidente da República se solidariza com a dor dos familiares neste momento de luto."

Em entrevista ao canal GloboNews o maior ídolo do Flamengo, Zico, atualmente trabalhando como técnico no Japão, pediu que as causas do incêndio sejam apuradas. "É difícil e a gente espera que tudo seja apurado porque vidas se foram e isso não volta".

"Meu dia começou com as notícias sobre o incêndio no CT do Flamengo, um lugar onde jovens perseguem seus sonhos. É um dia muito triste para o futebol brasileiro", declarou o septuagenário "rei do futebol", Pelé.

"Uma tristeza muito grande, meus pêsames e sinceros sentimentos a todos os familiares e à nação Rubro Negra", tuitou Ronaldinho Gaúcho.

O tetracampeão mundial, ex-atacante do Flamengo e atual Senador, Romário, escreveu: "toda minha solidariedade às famílias dos jovens e ao Flamengo. Sonhos interrompidos e famílias devastadas".

"Meus sentimentos", postou o ídolo da seleção brasileira e jogador do PSG francês, Neymar.

Também expressaram seus pêsames Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e outros jogadores e técnicos estrangeiros, assim como clubes.

Os principais clubes do Rio de Janeiro manifestaram seu luto pela tragédia que se abateu sobre a equipe mais popular do país. As partidas do campeonato carioca, entre elas o "Fla-Flu" que se realizaria este sábado, foram adiadas.

O incêndio no centro de treinamento do Flamengo ocorreu dois dias depois que um forte temporal alagou vários bairros do Rio de Janeiro e causou a morte de seis pessoas e 15 dias após o rompimento de uma barragem de rejeitos minerais da empresa Vale, em Brumadinho, estado de Minas Gerais, que já causou 157 mortes, enquanto 165 pessoas continuam desaparecidas.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001378089051