Especialistas sugerem proibição total do fumo nas redes ferroviárias da China

2019-01-11 16:45:53丨portuguese.xinhuanet.com

Beijing, 11 jan (Xinhua) -- Especialistas sugeriram a proibição total do fumo nas redes ferroviárias da China, após inspeções da qualidade do ar revelaram níveis nocivos de poluentes nos trens de baixa velocidade, visto que a maioria desses trens ainda permitem o consumo de tabaco nas áreas para fumantes, segundo uma reportagem do China Daily divulgada na sexta-feira.

Pesquisadores orientados pela Associação Chinesa de Controle Tabagista realizaram inspeções em quatro trens no mês de outubro de 2018. Três dos comboios tinham áreas para fumantes e o outro havia banido o tabaco devido a uma ação judicial movida por um passageiro.

Os resultados divulgados na quinta-feira revelaram que, nos vagões dos três trens onde era permitido fumar, a concentração de PM2,5 superou os 500 micrograms por metro cúbico, indicando níveis perigosos de poluição à saúde humana.

Nas redes de alta velocidade, é proibido fumar em qualquer área. Já nos trens de baixa velocidade, os passageiros podem utilizar a área para fumantes, que se concentram principalmente nas conexões entre os vagões.

Cui Xiaobo, diretor adjunto da Associação Chinesa de Controle Tabagista, disse que fumo passivo também pode matar e causar doenças graves.

"Muitos casos de emergência médica durante as viagens de trem são ligados a grupos vulneráveis, como idosos, crianças, mulheres grávidas e pessoas com doenças crônicas que acabam inalando passivamente a fumaça do tabaco", acrescentou ele.

Os pesquisadores entrevistaram 94 passageiros nos quatro trens e reportaram que 77 deles apreciam a proibição total do fumo dentro dos trens de baixa velocidade.

Somente em 2018, a China registrou 3,37 bilhões de viagens ferroviárias.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001377366261