Moscou diz que EUA e aliados forçam Rússia a fortalecer forças armadas

2018-12-06 20:34:40丨portuguese.xinhuanet.com

Moscou, 5 dez (Xinhua) -- A escalada militar dos Estados Unidos e seus aliados forçou a Rússia a aumentar seu potencial de combate para garantir sua segurança, disse na quarta-feira o chefe do Estado Maior das Forças Armadas russas, Valery Gerasimov.

"Um dos principais fatores destrutivos que complicam a situação internacional são as atividades norte-americanas que visam manter seu papel dominante no mundo e excluir outros países da competição", disse Gerasimov em uma entrevista coletiva.

"É para esses propósitos que Washington e seus aliados estão adotando medidas abrangentes e orquestradas para conter a Rússia e desacreditar seu papel nos assuntos internacionais", disse ele.

Em 2018, a Rússia concentrou esforços para manter o alto nível de prontidão de combate de suas forças estratégicas nucleares e não-nucleares, construindo um sistema de defesa aeroespacial em camadas e melhorando o treinamento de suas tropas e sistema de controle, disse Gerasimov.

Em resposta ao acúmulo do sistema de defesa antimísseis dos EUA, a Rússia aumentou as capacidades de combate de suas forças nucleares estratégicas terrestres e continuou a armá-las com modernos mísseis Yars capazes de superar o sistema de defesa antimísseis, disse ele.

Eles também receberam avançados mísseis de cruzeiro Avangard e testaram com sucesso mísseis balísticos intercontinentais Sarmat, disse Gerasimov.

As forças nucleares navais estratégicas russas receberam novos submarinos com mísseis balísticos capazes de penetrar no sistema de defesa antimíssil, e as forças nucleares aéreas estratégicas atualizaram suas aeronaves e as equiparam com armas modernas.

No entanto, a Rússia não está se envolvendo em uma corrida armamentista desastrosa, disse Gerasimov.

Ele disse que a Rússia limitou o financiamento de suas forças armadas a cerca de 50 bilhões de dólares por ano nos últimos anos, muito menos do que o orçamento militar dos EUA.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001376556071