Médicos brasileiros proíbem Bolsonaro de participar de debates do segundo turno

2018-10-11 16:02:38丨portuguese.xinhuanet.com

Rio de Janeiro, 10 out (Xinhua) -- Médicos disseram na quarta-feira ao candidato brasileiro de direita, Jair Bolsonaro, para evitar debates antes do segundo turno, devido a sua recuperação após o esfaqueamento.

A equipe médica que cuida do candidato do Partido Social Liberal (PSL), visitou sua casa no Rio de Janeiro e concluiu que ele não estava em condições de comparecer a eventos de campanha.

"Ele perdeu 15 quilos de massa muscular e ainda está fraco. Ele precisa seguir uma dieta proteica de recuperação", disse Leandro Echenique, um cardiologista que cuida do candidato.

"Sua recuperação está indo bem, mas ainda sugerimos que ele descanse para a recuperação completa", acrescentou.

Antonio Macedo, cirurgião, disse que apesar de Bolsonaro "não estar recebendo injeções de ferro" ou atendimento 24 horas por dia, o candidato terá que passar por "cuidados intensivos nutricionais e fisioterapia".

O cirurgião explicou que a severa perda de peso e massa muscular reduzem a imunidade do corpo e tornam mais prováveis as infecções, a baixa pressão sanguínea e o desmaio.

Portanto, Bolsonaro deveria "evitar a atividade física prolongada".

"Ele quer continuar fazendo campanha, mas no momento não é recomendado", disse Macedo.

O candidato foi esfaqueado no abdômen no mês passado enquanto fazia campanha no estado de Minas Gerais.

Bolsonaro ficou internado em São Paulo por três semanas e foi operado duas vezes.

Devido a lesões intestinais, ele será forçado a continuar usando uma bolsa de colostomia por enquanto.

Apesar de não poder fazer campanha nas últimas semanas antes do primeiro turno das eleições presidenciais, Bolsonaro ainda reivindicou 46% dos votos, mas não o suficiente para garantir a maioria necessária para uma vitória direta.

A decisão da equipe médica também lança dúvidas sobre um debate televisionado contra seu rival mais próximo, Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores, com quem ele competirá no segundo turno presidencial em 28 de outubro.

Na segunda-feira, Bolsonaro disse em uma entrevista que acreditava que ele estava bem o suficiente para debater com seu oponente, tendo perdido todos os debates televisionados anteriores por causa de seus ferimentos.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001375254521