BC chinês reinicia operação de recompras reversas após suspensão de 15 dias

2018-09-12 18:09:58丨portuguese.xinhuanet.com

Beijing, 12 set (Xinhua) -- O banco central da China retomou nesta quarta-feira as operações de recompra reversa para manter a liquidez, após 15 dias úteis seguidos sem as realizar.

O Banco Popular da China (BPC) realizou 60 bilhões de yuans (US$ 8,76 bilhões) de recompras reversas de sete dias com uma taxa de juros de 2,55%, inalterada em relação à operação anterior.

Segundo o BPC, a medida visou neutralizar os impactos do pagamento de impostos e das emissões de títulos governamentais, além de manter a liquidez no sistema bancário em um nível razoável e abundante.

A recompra reversa é um processo no qual o banco central compra títulos dos bancos comerciais através de licitação, com um acordo para vendê-los de volta no futuro.

No mercado interbancário de quarta, a Taxa de Oferta Interbancária Overnight de Shanghai (Shibor), que mede os custos que os bancos chineses usam para emprestar dinheiro entre si, caiu 3,3 pontos básicos para 2,557%, maior nível de uma semana. Contudo, a Shibor para empréstimos de um mês subiu ligeiramente para 2,751%, o nível mais elevado em mais de duas semanas.

O país prometeu continuar o controle sobre as comportas de oferta monetária e manter a liquidez em um nível razoável e abundante, de acordo com um relatório divulgado depois de uma reunião do Birô Político do Comitê Central do Partido Comunista da China em julho.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001374632671