Observatório econômico: Inflação da China permanecerá moderada no segundo semestre

2018-07-10 19:40:14丨portuguese.xinhuanet.com

Beijing, 10 jul (Xinhua) -- O índice de preços ao consumidor (IPC) da China, o principal medidor da inflação, cresceu moderadamente nos primeiros seis meses e permaneceu abaixo da meta anual, e por isso os analistas acreditam em uma cifra favorável para o restante de 2018.

Dados divulgados nesta terça-feira pelo Departamento Nacional de Estatísticas (DNE) mostraram uma alta de 2% do IPC no período de janeiro a junho, bem dentro da meta anual de cerca de 3%.

Na base mensal, o IPC caiu 0,1% em junho devido aos preços mais baixos de frutas e vegetais in natura graças à oferta abundante, disse Sheng Guoqing, estatístico do DNE.

No mês passado, foi registrado um aumento leve da inflação anual, com a taxa de 1,9%, principalmente atribuída aos efeitos de carryover (arrasto) das mudanças nos preços em 2017, disse Sheng.

A cifra de 1,9% também marcou um crescimento inflacionário abaixo de 2% por três meses consecutivos. Segundo Sheng, o IPC manteve uma moderada taxa de crescimento.

Liu Xuezhi, pesquisador sênior do Banco de Comunicações, indicou que o crescimento estável da demanda interna não iniciará uma recuperação substancial do IPC.

"Os efeitos de carryover diminuirão de forma notável após julho, enquanto o IPC vai subir para cerca de 2% anualmente para 2018", disse Liu.

Uma taxa de inflação anual de cerca de 2% é atribuída à demanda estável e ao crescimento desacelerado de oferta monetária e deixa um espaço considerável para a manobra da política monetária, de acordo com um relatório anterior do centro de pesquisa financeira do banco.

O Índice de Preços ao Produtor (IPP), que mede os preços na porta das fábricas, subiu 4,7% anualmente em junho. No primeiro semestre do ano, subiu 3,9% em relação ao mesmo período de 2017.

A taxa de crescimento superou as expectativas do mercado de 4,5% e foi mais rápida do que a alta de 4,1% em maio, acelerando por três meses consecutivos, segundo os dados da pasta. Na base mensal, os preços ao produtor aumentaram 0,3% em junho, um pouco mais lento que o registro de 0,4% de maio.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001373148741