Xi pede novos caminhos na diplomacia de grande país com características chinesas

2018-06-24 18:40:12丨portuguese.xinhuanet.com

CHINA-BEIJING-XI JINPING-CONFERENCE-FOREIGN AFFAIRS (CN)

(Xinhua/Ju Peng)

Beijing, 24 jun (Xinhua) -- O presidente da China, Xi Jinping, pediu esforços para abrir novos caminhos na diplomacia de grande país com características chinesas, com a orientação do pensamento sobre a diplomacia do socialismo com características chinesas para uma nova época.

Em um discurso pronunciado na Conferência Central sobre Trabalhos Relacionados aos Assuntos Exteriores realizada nesta sexta-feira e sábado em Beijing, Xi, que também é secretário-geral do Comitê Central do Partido Comunista da China (PCC) e presidente da Comissão Militar Central, sublinhou a importância de manter em mente tanto os imperativos internos como os internacionais, concentrar-se na realização da revitalização da nação chinesa e promover o progresso humano e fazer contribuições à construção de uma comunidade de futuro compartilhado para a humanidade.

Ele também pediu esforços para salvaguardar com firmeza a soberania, a segurança e os interesses de desenvolvimento da China, participar de forma ativa da liderança da reforma do sistema de governança global e construir uma rede mais completa de parcerias globais, a fim de que sejam feitos novos avanços na diplomacia de grande país com características chinesas para criar um ambiente favorável e fazer as devidas contribuições à construção integral de uma sociedade moderadamente próspera e um grande país socialista moderno em todos os aspectos.

A conferência foi presidida por Li Keqiang, membro do Comitê Permanente do Birô Político do Comitê Central do PCC e primeiro-ministro do Conselho de Estado. Também participaram do evento: Li Zhanshu, membro do Comitê Permanente do Birô Político do Comitê Central do PCC e presidente do Comitê Permanente da Assembleia Popular Nacional; Wang Yang, membro do Comitê Permanente do Birô Político do Comitê Central do PCC e presidente do Comitê Nacional da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês; Wang Huning, membro do Comitê Permanente do Birô Político e membro do Secretariado do Comitê Central do PCC; Zhao Leji, membro do Comitê Permanente do Birô Político e secretário da Comissão Central de Inspeção Disciplinar do Comitê Central do PCC; Han Zheng, membro do Comitê Permanente do Birô Político do Comitê Central do PCC e vice-primeiro-ministro do Conselho de Estado; e o vice-presidente Wang Qishan.

Xi destacou que desde o 18º Congresso Nacional do PCC em 2012, enfrentando as vicissitudes da situação internacional, a China superou dificuldades para impulsionar a diplomacia de grande país com características chinesas de um modelo pioneiro sob a forte liderança do Comitê Central do PCC, tendo resistido a diversos desafios, abrido nozes duras e feito avanços de significado histórico.

Através destas práticas, a China acumulou experiência útil e chegou à conclusão de que conduzir o trabalho externo exige levar em conta tanto a situação nacional como a internacional, manter a confiança e a resolução estratégicas, promover inovações na teoria e prática diplomáticas, impulsionar o planejamento estratégico, avançar globalmente a agenda diplomática, defender os interesses essenciais e principais da China, manter a cooperação de ganhos recíprocos e a justiça enquanto busca interesses compartilhados, e pensar sobre os cenários piores e riscos.

"Mantivemos firmemente a tendência do desenvolvimento da China e do mundo na nova época desde o 18º Congresso Nacional do PCC e fizemos uma série de importantes inovações ao trabalho externo em teorias e práticas, deste modo formando o pensamento sobre a diplomacia do socialismo com características chinesas para uma nova época", disse Xi.

Ele destacou os principais aspectos do pensamento:

- Manter a autoridade do Comitê Central do PCC como o princípio dominante e fortalecer a liderança centralizada e unificada do Partido sobre o trabalho externo;

- Avançar a diplomacia de grande país com características chinesas para cumprir a missão de realizar a revitalização nacional;

- Considerar a preservação da paz mundial e a busca do desenvolvimento comum como o propósito para promover a construção de uma comunidade de futuro compartilhado para a humanidade;

- Aumentar a confiança estratégica com o socialismo com características chinesas como apoio;

- Impulsionar a construção do Cinturão e Rota com base no princípio de alcançar o crescimento compartilhado através de discussão e colaboração;

- Seguir o caminho de desenvolvimento pacífico com base no respeito mútuo e cooperação de ganhos recíprocos;

- Desenvolver parcerias globais ao avançar a agenda diplomática;

- Liderar a reforma do sistema de governança global com o conceito de imparcialidade e justiça;

- Tomar os interesses essenciais nacionais como a linha final para defender a soberania, a segurança e os interesses de desenvolvimento da China;

- Cultivar um estilo distintivo da diplomacia chinesa combinando a boa tradição do trabalho externo e as características de tempos.

"Devemos implementar completamente o pensamento sobre a diplomacia do socialismo com características chinesas para uma nova época, facilitar continuamente um ambiente externo favorável para a realização do Sonho Chinês de revitalização nacional e promover a construção de uma comunidade de futuro compartilhado para a humanidade", apontou Xi.

Ele assinalou que, a fim de ter uma avaliação correta da situação internacional, um entendimento preciso da história, da situação geral e do papel e posição da China no modelo global deve ser formado.

Xi sugeriu não só observar a atual situação internacional, mas também revisar o passado, resumir as leis históricas, e olhar para o futuro para melhor entender a tendência histórica.

Sobre o entendimento preciso da situação geral, Xi sublinhou não só a observação de fenômenos e detalhes, mas também uma apreciação profunda da essência e situação geral, a fim de não se perder na situação internacional complexa e variável.

Ele também pediu um entendimento claro do status e papel da China na evolução do modelo mundial e a formulação de princípios e políticas do trabalho externo da China de uma maneira científica, por análises calmas dos fenômenos internacionais e da relação da China com o restante do mundo.

A China encontra-se no melhor período de desenvolvimento desde os tempos modernos, enquanto o mundo está registrando mudanças mais profundas e sem precedentes em um século, ressaltou Xi, acrescentando que os dois aspectos estão entrelaçados e interagem.

Ele enfatizou que a China desfruta de muitas condições externas favoráveis para implementar o trabalho relacionado aos assuntos exteriores no momento e nos próximos anos.

Classificando o período entre o 19º e o 20º Congresso Nacional do PCC como "um ponto de junção histórico para realizar as duas metas centenárias da China", Xi disse que o período é de grande significado no progresso histórico da grande revitalização da nação chinesa.

Ao longo da história humana, o desenvolvimento do mundo tem sido sempre o resultado de contradições que entrelaçam-se e interagem um com o outro, disse Xi.

Xi pediu uma análise profunda da lei de como a situação internacional muda quando o mundo entra em seu período transicional, e o alcance preciso das características básicas do ambiente externo que a China está enfrentando neste ponto de junção histórico, a fim de planejar e facilitar melhor o trabalho do país sobre os assuntos exteriores.

Xi enfatizou que o trabalho externo do país deve se basear no plano geral do Comitê Central do PCC e deve melhorar ainda mais seu projeto e destacar suas prioridades.

O trabalho externo deve se concentrar nos importantes pontos do trabalho do Partido e do país para abrir novos caminhos, pois nos próximos cinco anos, a primeira meta centenária do país deve ser realizada e o processo de realizar a segunda deve começar, com uma série de momentos e eventos significativos no período, lembrou.

A bandeira de uma comunidade com um futuro compartilhado para a humanidade deve ser sustentada para ajudar a tornar o sistema de governança mundial mais justo e mais razoável, e a construção do Cinturão e Rota deve ser consolidada e aprofundada para levar a abertura do país para um novo patamar, continuou.

Ele também destacou o fortalecimento das relações estrangeiras do país, incluindo as com principais potências, países vizinhos e países em desenvolvimento.

Xi disse que a diplomacia representa a vontade do Estado e o poder diplomático deve ficar com o Comitê Central do PCC, enquanto o trabalho externo é um projeto sistemático.

Ele pediu que os partidos políticos, o governo, as assembleias populares, a Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, o exército, as autoridades locais e o público melhorem sua coordenação e façam suas próprias contribuições, para formar uma nova situação do trabalho externo sob a liderança geral do Partido que coordene todos os lados, e garantam que as políticas e estratégias externas do Comitê Central do PCC sejam implementadas.

Enfatizando que os quadros são fatores decisivos depois de estabelecer o curso político, Xi pediu uma forte equipe de profissionais em assuntos exteriores que sejam leais ao PCC, ao país e ao povo e sejam politicamente sólidos, profissionalmente competentes e fortemente disciplinados em sua conduta.

Ele pediu que os funcionários de assuntos exteriores fortaleçam a educação ideal e de convicção para melhorar sua habilidade e qualidade geral. Também pediu a melhora das condições de vida dos funcionários que trabalham no exterior para reduzir suas preocupações.

Xi enfatizou que a reforma das instituições e mecanismos relativos a relações exteriores é a demanda interna de avançar a modernização no sistema de governança do Estado e capacidades de governança.

Ele pediu a implementação da reforma das instituições e mecanismos relativos a relações exteriores sob a decisão da liderança central do Partido e a promoção da construção do Partido nas instituições no exterior para formar um mecanismo de administração que se adapte aos requisitos da nova época.

Ao presidir a conferência, Li Keqiang disse que o importante discurso do secretário-geral Xi Jinping resumiu de maneira abrangente os avanços históricos que a China obteve nos assuntos exteriores desde o 18º Congresso Nacional do PCC e manteve firmemente a tendência do desenvolvimento da China e do mundo a partir da situação geral da causa do Partido e do país.

Li disse que o discurso de Xi apresentou a direção clara para o trabalho sobre assuntos exteriores na nova época e forneceu a orientação fundamental.

Ele pediu um entendimento total e uma implementação completa do discurso e do pensamento de Xi Jinping sobre a diplomacia do socialismo com características chinesas para uma nova época, a fim de promover o trabalho sobre relações exteriores em todas as frentes.

Ao pronunciar observações finais na conferência, Yang Jiechi, membro do Birô Político do Comitê Central do PCC e diretor do Escritório da Comissão de Relações Exteriores do Comitê Central do PCC, disse que o mais importante resultado desta conferência foi estabelecer a posição orientadora do pensamento de Xi Jinping sobre a diplomacia.

O pensamento de Xi Jinping sobre a diplomacia é uma importante parte do Pensamento de Xi Jinping sobre o Socialismo com Características Chinesas na Nova Época, destacou Yang.

É um grande avanço teórico nos pensamentos sobre a governança do Estado na área da diplomacia por parte do Comitê Central do PCC com o camarada Xi Jinping no núcleo, e uma diretriz fundamental para o trabalho externo da China na nova época, indicou Yang.

"Devemos integrar nossos pensamentos e ações no importante discurso do secretário-geral Xi Jinping e no pensamento de Xi Jinping sobre a diplomacia, e fazer novos avanços no trabalho externo da China", finalizou.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001372775281