Greve dos caminhoneiros custou US$ 4 bilhões ao Brasil

2018-06-13 15:45:13丨portuguese.xinhuanet.com

Rio de Janeiro, 12 jun (Xinhua) -- O governo brasileiro informou nesta terça-feira que a greve dos caminhoneiros que paralisou o país durante 11 dias em maio custou R$ 15 bilhões (US$ 4,05 trilhões) à economia nacional.

Segundo fontes do Ministério da Fazenda citadas pelo canal Globonews, o impacto da greve foi de 0,2% do Produto Interno Bruto (PIB). O titular da pasta, Eduardo Guardia, se reuniu na véspera com economistas do setor privado e admitiu que o governo poderá reduzir a previsão oficial de crescimento econômico deste ano.

Os caminhoneiros paralisaram as estradas do país de 21 a 31 de maio para pressionar uma diminuição nos preços do diesel. A greve provocou um desabastecimento em todo o Brasil, com falta de combustível nos postos, de alimentos nos supermercados e de medicamentos nas farmácias, além da redução no transporte público.

O movimento grevista levou alguns aeroportos a cancelar voos por não dispor de combustível para abastecer os aviões e prejudicou os setores que dependem do transporte nas estradas, desde a entrega de correspondências a cargas vivas.

O setor pecuário foi um dos mais afetados, já que sem ração para dar aos animais, milhares deles tiveram que ser sacrificados. Ao mesmo tempo, os produtores de leite tiveram que jogar fora milhares de litros por não poder entregá-los aos consumidores.

Os efeitos da greve deverão ser sentidos no PIB. Na segunda-feira, o mercado divulgou pela primeira vez este ano que espera um crescimento inferior a 2% em 2018. Até então, todas as projeções eram superiores a esse índice.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001372511781