Netanyahu diz que líderes europeus se opõem à presença militar do Irã na Síria

2018-06-11 20:32:06丨portuguese.xinhuanet.com

Jerusalém, 10 jun (xinhua) -- O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse no domingo que os países europeus concordaram que o Irã deveria ser expulso da Síria e confirmou os ataques aéreos de Israel contra os locais iranianos na Síria.

Netanyahu disse que os novos entendimentos foram alcançados durante sua turnê de três dias na Europa na semana passada, durante a qual ele se encontrou com a chanceler alemã, Angela Merkel; o presidente francês, Emmanuel Macron; e a primeira-ministra britânica, Theresa May.

"Os líderes concordaram com o objetivo principal que estabeleci, e isso está sendo formulado num amplo acordo internacional de que o Irã precisa deixar a Síria, toda a Síria", disse Netanyahu em sua reunião semanal do gabinete em Jerusalém.

Ele acrescentou que o Irã pode não ser expulso da Síria em breve. "Mesmo que a saída do Irã da Síria seja um longo processo, acredito que se você definir uma meta, se souber para onde está indo, terá mais chances de chegar lá", disse ele.

Em suas reuniões, Netanyahu disse aos líderes que Israel tomará medidas firmes contra as tentativas de estabelecer uma presença iraniana na Síria. "Acho que isso é entendido e aceito por esses líderes", disse ele.

Israel vem realizando dezenas de ataques aéreos no país devastado pela guerra nos últimos anos, dizendo que eles têm como alvo locais iranianos ou entrega de armas ao arqui-inimigo de Israel, a milícia do Hezbollah, apoiada pelo Irã.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001372467521