Argentina longe de repetir crises econômicas do passado, diz presidente

2018-05-17 10:04:58丨portuguese.xinhuanet.com

Buenos Aires, 15 mai (Xinhua) -- O presidente da Argentina, Mauricio Macri, disse nesta terça-feira que o país sul-americano está longe de repetir as crises econômicas do passado.

Após semanas de desvalorização cambial que levaram o governo a recorrer ao Fundo Monetário Internacional (FMI) para pedir dezenas de bilhões de dólares em crédito, Macri fez uma nota de confiança e pediu maior colaboração entre o partido do governo e a oposição para o bem do país, durante um evento nos arredores de Buenos Aires.

A recente queda do peso em relação ao dólar americano não é "uma situação comparável a uma outra crise", disse ele, porque o governo aprendeu "as lições daquelas situações difíceis em nossa história".

"Eu sei que esses dias têm causado ansiedade e preocupação nos argentinos. O medo de situações como as que já vivemos pode gerar uma crise maior (...) mas estamos longe disso", disse Macri, acrescentando que a "solução responsável" é que "precisamos parar de gastar mais do que temos".

Na segunda-feira, seis quedas consecutivas em relação ao dólar deixaram a moeda nacional em uma baixa recorde de mais de 25,5 pesos por dólar. Depois disso, o peso se recuperou ligeiramente para fechar em 24,50 pesos por dólar na terça-feira, graças à intervenção do banco central da Argentina, que disponibilizou 5 bilhões de dólares ao mercado.

Além disso, o governo lançou novos títulos do Tesouro denominados em pesos a uma taxa de juros fixa, o que também ajudou a diminuir a demanda por dólares.

Estendendo a mão à oposição, Macri disse que o governo "está firmemente inclinado a convocar todos os que precisam para construir acordos, mesmo que pensemos de forma diferente".

O país "não está dividido entre Cambiemos (partido do governo) e o peronismo (movimento de oposição)," mas entre aqueles que querem "construir um futuro ou destruir o futuro", disse Macri.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001371855671