Crianças envolvidas em ataques suicidas na Indonésia eram isoladas da sociedade

2018-05-17 10:22:57丨portuguese.xinhuanet.com

Jacarta, 16 mai (Xinhua) -- Uma família envolvida em recentes ataques suicidas na Indonésia proibiu seus filhos de irem à escola e participarem da sociedade, além de lhes incutir ideologias radicais, disse a polícia na terça-feira.

A família de seis pessoas matou pelo menos 13 pessoas, incluindo os agressores, bombardeando três igrejas em Surabaya no domingo, enquanto outra família-bomba de cinco pessoas explodiu uma delegacia local na segunda-feira, matando quatro pessoas da família de agressores e outras duas pessoas, além de ferir outras 10, informou a Reuters.

"Essas crianças foram doutrinadas por seus pais. Parece que elas não interagiam muito com os outros", disse Mahfud Arifin, chefe da polícia de Java Oriental, a repórteres.

As famílias se reuniam com frequência na casa de Dita Upriarto, o pai que liderou sua família nos ataques da igreja, para aprender a fazer bombas, disse Mahfud, segundo o jornal The Jakarta Post.

Eles também mostraram a seus filhos filmes de jihad violenta para ensinar-lhes ideologias radicais, acrescentou Mahfud.

As crianças das famílias foram instruídas por seus pais a dizer que recebiam educação em casa se alguém perguntasse, disse o chefe de polícia.

Um suspeito terrorista, entre 39 e 41 anos, foi morto em uma troca de tiros com um esquadrão da polícia antiterrorista no distrito de Tandes, em Surabaya, na tarde de terça-feira, segundo um porta-voz da sede da Polícia de Java Oriental.

O assassinato ocorreu durante uma série de ataques antiterroristas após os ataques mortais.

Além disso, a polícia da Indonésia está à procura de um homem, identificado como Abu Bakar, que foi o "professor" de Dita Upriarto.

"Ele era o professor de Dita. Os esforços para localizá-lo e persegui-lo estão em progresso no momento. Espero que ele seja preso", disse Mahfud.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001371855661