Congresso Mundial de Inteligência discute IA na China

2018-05-16 19:27:47丨portuguese.xinhuanet.com

Tianjin, 16 mai (Xinhua) -- Pesquisadores, empresários e políticos se reuniram na quarta-feira no 2º Congresso Mundial de Inteligência no Município de Tianjin, norte da China, para explorar o campo da inteligência artificial (IA).

A conferência de três dias, que começou na quarta-feira, se concentra nos novos avanços e políticas em IA e reúne empresas de tecnologia como Baidu, Alibaba, JD.com, Microsoft, Huawei e iFlytek.

O congresso inclui fóruns, exposições e concursos para carros sem motorista e drones. O governo municipal de Tianjin, a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (CNDR) e o Ministério da Ciência e Tecnologia estão entre os organizadores do evento.

Lin Nianxiu, vice-diretor da CNDR, disse que a IA é o campo tecnológico mais dinâmico do mundo e que o governo chinês valoriza muito o desenvolvimento da IA. Ele mencionou que a China deve aproveitar as oportunidades para aumentar a capacidade de inovação em aprendizado profundo, algoritmos e chips inteligentes, modernizar a indústria com a tecnologia de IA e expandir a abertura e a cooperação com parceiros estrangeiros.

Wan Gang, presidente da Associação Chinesa de Ciência e Tecnologia, declarou na cerimônia de abertura que as empresas chinesas são líderes mundiais em reconhecimento de imagem, tradução de voz e análise comportamental.

Êxitos notáveis ​​foram feitos em robótica inteligente, lojas de autoatendimento, tradução automática, veículos compartilhados e sem motorista. Há amplas aplicações nas áreas de planejamento urbano, transporte inteligente, governança social, saúde, agricultura e segurança nacional, disse ele.

"A China tem vantagens na velocidade do desenvolvimento da IA ​​e de suas amplas aplicações, mas nossos pontos fracos estão na profundidade da pesquisa básica e da originalidade", afirmou ele.

Ele pediu o fortalecimento da pesquisa básica e mais investimento no desenvolvimento de tecnologia básica.

Em julho passado, o Conselho de Estado da China divulgou um plano sobre a nova geração de IA. O plano afirma que a indústria de IA deve ser um novo motor de crescimento e teria melhorado a vida das pessoas até 2020. Segundo a meta do plano, a China se tornará um importante centro e líder mundial em inovação de IA até 2030.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001371839071