Enfoque: Comércio exterior da China aumenta 8,9% nos primeiros quatro meses

2018-05-09 13:07:47丨portuguese.xinhuanet.com

Beijing, 9 mai (Xinhua) -- O comércio de bens da China aumentou 8,9% anualmente, para 9,11 trilhões de yuans (US$ 1,43 trilhão), nos primeiros quatro meses deste ano, mostraram terça-feira dados alfandegários.

Segundo a Administração Geral das Alfândegas, as exportações da China cresceram 6,4% anualmente, para 4,81 trilhões de yuans, e as importações, 11,7%, para 4,3 trilhões de yuans, o que resultou em um superavit de 506,24 bilhões de yuans, queda de 24,1%.

Em abril, o superavit no comércio de bens caiu 27% para 182,8 bilhões de yuans, pois as exportações aumentaram 3,7% anualmente, a 1,27 trilhão de yuans, enquanto as importações subiram 11,6%, para 1,09 trilhão de yuans.

Nos primeiros quatro meses, as exportações e importações de produtos sob a categoria de comércio geral aumentaram 12,8%, a 5,34 trilhões de yuans, o que representa 58,6% do volume do comércio exterior, dois pontos percentuais acima da cifra do mesmo período do ano passado.

As empresas privadas chinesas desempenharam um maior papel no comércio, ao contribuir com 38,6% dele, ou 1,2 ponto a mais.

As exportações e importações feitas por empresas estrangeiras atingiram 3,91 trilhões de yuans, 4,6% a mais, respondendo por 42,9% do comércio exterior.

As exportações de produtos mecânicos e elétricos aumentaram 8,7% anualmente para 2,84 trilhões de yuans, ou 59,1% das exportações.

Já as remessas de produtos tradicionais de trabalho intensivo caíram 2,4% para 880,72 bilhões de yuans, representando 18,3% do total.

A União Europeia, Estados Unidos e a Associações das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) foram os três principais parceiros da China e representaram, respectivamente, 14,7%, 13,6% e 12,9% do volume de comércio exterior.

As trocas com os países ao longo do Cinturão e Rota somaram 2,51 trilhões de yuans, um crescimento anual de 11,6%, ou 2,7 pontos acima do crescimento geral.

De janeiro a abril, a China teve alta de 8,3% no comércio com a UE, a 1,34 trilhão de yuans; 5,9% com EUA, a 1,24 trilhão; 12,6% com ASEAN, a 1,17 trilhão; e 3,8% com Japão, a 664,13 bilhões de yuans.

O país importou mais minério de ferro, petróleo e produtos de cobre e menos soja, de acordo com a Administração Geral das Alfândegas.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001371664041