China tem base tecnológica para pouso tripulado na lua, diz especialista

2018-04-26 12:47:47丨portuguese.xinhuanet.com

Harbin, 26 abr (Xinhua) -- O projetista-chefe do programa espacial tripulado da China, Zhou Jianping, garantiu que o país tem a base tecnológica para um pouso lunar tripulado.

A exploração humana do universo não iria parar na órbita terrestre baixa enquanto a China elaborava o projeto para o desenvolvimento espacial tripulado após a construção de sua estação espacial, disse Zhou em uma conferência em Harbin, capital da Província de Heilongjiang.

Com Marte como um alvo de longo prazo e a Lua como um objetivo de transição, as expedições lunares tripuladas foram foco das atividades espaciais globais.

"Tivemos discussões aprofundadas com muitos especialistas sobre exploração lunar tripulada e conduzimos pesquisas sobre tecnologias-chave nos últimos anos", disse Zhou.

Ele também apresentou o plano para a estação espacial chinesa, que deve ser concluída por volta de 2022.

Zhou destacou que o desenvolvimento das cápsulas para a estação já começaram e muitas tecnologias avançadas serão usadas para construir e operar a estação.

"A estação espacial chinesa Tiangong, pesando 66 toneladas, consistiria da cápsula central Tianhe e das cápsulas de laboratório Wentian e Mengtian. A estação poderia ser aumentada para 180 toneladas se requisitada para pesquisa científica. Ela poderia acomodar de três a seis astronautas e foi projetado para durar pelo menos 10 anos, mas isso pode ser prolongado por meio de manutenção em órbita", relatou Zhou.

A estação ficaria em órbita a uma altitude de cerca de 393 quilômetros. Uma cápsula voando na mesma órbita seguraria um grande telescópio óptico com um campo de visão 200 vezes maior que o do telescópio espacial Hubble. Ela poderia atracar com a estação espacial, se necessário.

Embora menor do que a Estação Espacial Internacional (EEI), a construção e o suprimento de materiais da estação espacial da China seriam próximos da EEI, e suas tecnologias em sistemas de informação, energia e dinâmica, mais avançadas.

Seu principal objetivo seria pesquisa científica de ponta, incluindo medicina espacial, ciências da vida espacial e biotecnologia, ciências dos materiais, física básica em microgravidade, astronomia e astrofísica.

"Construir a estação espacial, que é uma estrutura grande e complicada, é um novo desafio, mas impulsionará o desenvolvimento da tecnologia espacial", disse Zhou.

"Também vamos testar as principais tecnologias necessárias para a exploração humana do espaço profundo".

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001371383961