Rolls-Royce quer fornecer motores para aeronave sino-russa de fuselagem larga

2018-04-17 11:00:38丨portuguese.xinhuanet.com

Beijing, 17 abr (Xinhua) -- A Rolls-Royce acredita que a aeronave de fuselagem larga sino-russa, CR929, é "excelente" e está determinada a entrar na disputa para fornecer o motor da aeronave.

Para Paul Stein, diretor de tecnologia do desenvolvedor britânico de sistema de propulsão, "a China é ambiciosa em impulsionar sua indústria de aviação. A Rolls-Royce quer ser parte dessa ambição e esforço", completou.

A companhia é um dos mais importantes desenvolvedores de motores de aviões do mundo, enquanto a China é seu terceiro maior mercado.

O projeto CR929 é visto como uma principal medida para fortalecer a presença da empresa no crescente mercado chinês de aviação civil, que é dominado pelas aeronaves da Boeing e Airbus.

No fim do ano passado, o desenvolvedor do CR929, a joint-venture China-Russia Commercial Aircraft International Co. Ltd. (CRAIC), lançou uma licitação mundial para o fornecimento do sistema de propulsão da aeronave, incluindo o motor aeronáutico.

Stein disse que motores aeronáuticos grandes para as aeronaves de fuselagem larga são o foco da Rolls-Royce e suas tecnologias essenciais.

Os setores de aviação civil e manufatura de aviação da China estão em ascensão. O país superará os Estados Unidos em termos de tráfego de passageiros até 2022, segundo uma previsão da Associação Internacional de Transporte de Aviação.

O projeto CR929 é mais uma demonstração da determinação chinesa para promover sua indústria de aviação. Em 5 de maio do ano passado, o C919, avião desenvolvido pelo próprio país, fez o primeiro voo bem sucedido.

A aeronave de fuselagem estreita é equipada com motores LEAP-1C, desenvolvidos pela CFM International, uma joint-venture entre a Safran Aircraft Engines e a GE.

A Rolls-Royce tem cooperado com instituições de pesquisa chinesas para desenvolver novas técnicas e materiais para lâminas de turbina de baixa pressão para motores de turbina a gás.

"Nós cultivamos uma rede extensa de fornecedoras em diversas cidades na China, como Shenyang, Xi'an, Chengdu e Wuxi, onde compramos mais de US$ 200 milhões em peças e componentes todos os anos", disse Stein.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001371169761