Presidente do Brasil diz que fechar fronteira com a Venezuela é "impensável"

2018-04-16 18:44:15丨portuguese.xinhuanet.com

Rio de Janeiro, 13 abr (Xinhua) -- O presidente do Brasil, Michel Temer, disse, na sexta-feira, que o fechamento da fronteira norte com a Venezuela é impensável.

O estado de Roraima, no norte do Brasil, entrou com uma ação na Suprema Corte no início do dia pedindo para fechar temporariamente a fronteira com a Venezuela para impedir a entrada de imigrantes venezuelanos.

"O fechamento de fronteiras não é um hábito do Brasil. O Brasil não fecha fronteiras e espero que esse seja o entendimento da Suprema Corte", afirmou Temer, que atualmente participa da Cúpula das Américas, no Peru.

Há mais de um ano, Roraima recebe um grande fluxo de imigrantes da Venezuela, que está em meio a uma grande crise econômica.

A governadora de Roraima, Maria Suely Campos, disse a uma emissora de TV local que 500 a 700 pessoas cruzam a fronteira para entrar no estado todos os dias e que o estado não consegue lidar com o fluxo.

O governo do estado disse à Suprema Corte que Roraima, o "estado mais pobre" do Brasil, não pode oferecer serviços obrigatórios, como educação pública e saúde, devido ao aumento "descontrolado" do número de imigrantes.

Temer disse que as demandas do estado por medidas para lidar com o aumento da população estão sendo atendidas.

"Acabei de ler a petição e notei que muitas das medidas solicitadas já estão sendo tomadas, como o envio de recursos e pessoal que vai para lá para fornecer assistência social e assistência médica", disse ele.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001371152091