Ação rápida é pedida para acabar com a fome na região da Ásia-Pacífico

2018-04-16 18:44:15丨portuguese.xinhuanet.com

Ilha de Denarau, Fiji, 14 abr (Xinhua) -- Quarenta membros da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) pediram ações para melhorar a nutrição, erradicar todas as formas de fome e coordenar abordagens para lidar com os efeitos da fome e mudanças climáticas nos setores agrícolas da região.

De acordo com um comunicado da FAO no sábado, os pedidos de ação foram feitos na 34ª Sessão da Conferência Regional da FAO para a Ásia e o Pacífico (APRC), realizada na ilha de Denarau, em Fiji, e reuniu ministros do governo, técnicos sênior, funcionários nos domínios da alimentação e agricultura e organizações da sociedade civil.

José Graziano da Silva, diretor-geral da FAO, havia convocado os membros da FAO da Ásia-Pacífico para intensificar suas ações na luta contra a fome, já que a região ainda tem 490 milhões de pessoas famintas no meio deles, "mais do que qualquer outra região", disse ele.

Mais trabalho e parcerias mais fortes são necessários para que a região - de fato o mundo - cumpra a Agenda 2030 para alcançar os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), particularmente o SDG2, que é erradicar a fome e a desnutrição em todas as suas formas, disse ele.

A conferência, que foi realizada entre 9 e 13 de abril, também expressou crescente preocupação com o excesso de peso e obesidade, que, se não for controlado, resultaria em uma bomba-relógio de doenças relacionadas à dieta, como diabetes e outras doenças não transmissíveis.

Durante a conferência, os membros da FAO da região Ásia-Pacífico se concentraram em melhorar os sistemas de alimentação para uma melhor nutrição.

Inia Seruiratu, presidente da APRC e ministra da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Marítimo e Gestão Nacional de Desastres, disse que Fiji agradeceu a parceria e cooperação entre Fiji e FAO e a nação insular está totalmente comprometida com a missão da FAO de ajudar os países a erradicar a fome e desnutrição.

Os membros da FAO na região Ásia-Pacífico também enfatizaram a importância do Acordo de Paris e do Marco de Sendai na orientação de ações futuras para agricultura, segurança alimentar e nutrição frente às mudanças climáticas.

Eles também enfatizaram a necessidade de abordar os desafios de segurança alimentar na região.

A Conferência Regional da FAO para a Ásia e o Pacífico é convocada a cada dois anos. A próxima sessão acontecerá no Butão em 2020.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001371152021