China se opõe ao uso da religião como ferramenta de infiltração

2018-04-05 16:40:38丨portuguese.xinhuanet.com

Beijing, 5 abr (Xinhua) -- Um representante chinês de alto escalão advertiu contra uso da religião como uma ferramenta de infiltração por indivíduos ou entidades do exterior.

You Quan, chefe do Departamento de Trabalho da Frente Unificada do Comitê Central do Partido Comunista da China, disse que a China vigiará resolutamente esses atos.

Ele assinalou que o país vai lidar e barrar com qualquer tipo de atividades religiosas ilegais.

You, que fez as observações durante uma inspeção de trabalho de dois dias na Província de Anhui, no leste da China, enfatizou a importância de se tomar medidas práticas e efetivas para defender a segurança do Estado e manter a harmonia e a estabilidade social.

O funcionário, porém, também disse que as necessidades normais dos crentes pela religião serão atendidas.

Durante sua inspeção, You visitou a Academia Teológica de Anhui e se reuniu com personalidades religiosas e funcionários locais do governo e do Partido.

Ele pediu que eles apoiem a sinização da religião, fortaleçam a governança dos assuntos religiosos baseada na lei e adaptem as atividades religiosas para uma sociedade socialista.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001370902811