China busca regras mais duras para limpar mercado acionário

2018-03-12 20:04:37丨portuguese.xinhuanet.com

Beijing, 12 mar (Xinhua) -- O órgão regulador e as bolsas da China divulgaram projetos de regulamentação que forçarão as companhias a sair do mercado acionário por violações sérias à lei.

As empresas que forem descobertas fraudando ofertas públicas iniciais (IPO), violando relatórios financeiros ou descumprindo a lei, serão retiradas do mercado, segundo os projetos de regulamentação divulgados pelas bolsas de valores de Shanghai e Shenzhen em 9 de março.

A medida segue a tendência dos últimos anos, com uma supervisão de mercado mais dura e punição mais severa para o comércio ilegal.

Até o fim do ano passado, a China registrava mais de 3.500 empresas listadas, com um valor total próximo de 58 trilhões de yuans (cerca de US$ 9,16 trilhões).

Enquanto cresce rapidamente em tamanho, o mercado de ações tipo A luta contra problemas como a implementação inadequada de políticas para a retirada de empresas da bolsa, o que mantém companhias em mal funcionamento no jogo e prejudica a confiança do mercado.

Desde que a primeira empresa foi retirada da bolsa em 2001, o mercado de ações tipo A da China registrou apenas 57 firmas saindo do mercado, segundo o provedor de serviços de informação Wind.

Em regras publicadas no início deste mês, a Comissão Reguladora de Valores da China (CRVC) disse que o país aumentaria os esforços para retirar da bolsa as "companhias zumbis" e aquelas com perdas de longo prazo e status financeiro severamente pobre.

A medida será um passo crucial para estimular um mercado ordenado e melhorar a proteção aos investidores, disse Jiang Mingde, consultor do Yixinweiye Fund.

Além de reformas para a retirada de empresas da bolsa, a CRVC endureceu os procedimentos de aprovação para IPO desde que uma comissão de inspeção entrou em função em outubro, rejeitando ou suspendendo mais da metade das solicitações de oferta pública inicial.

Dados oficiais mostram que a CRVC emitiu um recorde de 224 penalidades administrativas em 2017, com um total combinado de multas aumentando em 74,74%, para uma marca histórica de 7,48 bilhões de yuans.

As punições foram aplicadas por diversas violações, incluindo problemas na divulgação de informações, manipulação de mercado e informação privilegiada.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001370340601