Pentágono diz que EUA não se envolverão na guerra civil da Síria

2018-02-12 10:41:52丨portuguese.xinhuanet.com

Washington, 8 fev (Xinhua) -- O secretário de Defesa dos Estados Unidos, James Mattis, afirmou, na quinta-feira, que os Estados Unidos não estão "se envolvendo na guerra civil síria", após ataques da coligação liderados pelos EUA causaram a morte de cerca de 100 pessoas das forças do governo pró-sirio.

"Foi em legítima defesa. Obviamente, não estamos nos envolvendo na guerra civil síria", disse Mattis em anúncio a jornalistas no Pentágono.

As Forças Democráticas Sírias (SDF, sigla em inglês), apoiadas pelos Estados Unidos, disseram, na quinta-feira, que a coalizão liderada pelos Estados Unidos atingiu na, quarta-feira, as forças do governo pró-sírio, na província de Deir al-Zour, ao leste da Síria, para defender seus parceiros.

O movimento de coalizão foi em retaliação ao ataque das forças governamentais pró-sírias às forças apoiadas pelos Estados Unidos na área, disse o SDF.

Ao chamar o ataque de uma "situação desconcertante", o chefe do Pentágono disse que não poderia dar "nenhuma explicação sobre o porquê", eles atacariam a sede do SDF com artilharia.

O Ministério das Relações Exteriores da Síria denunciou, nesta quinta-feira, os ataques aéreos liderados pelos EUA, acusando os aviões de guerra dos EUA de "cometerem um massacre" contra as forças pró-governo.

Os combatentes sírios pró-governo estavam enfrentando militantes do ISIS, "que estão sob a proteção" da coalizão dos EUA e as forças aliadas do SDF, acrescentou.

O governo sírio instou o Conselho de Segurança da ONU a condenar o massacre e a responsabilizar a coalizão dos EUA por seus "crimes e agressões que deixaram milhares de civis mortos ou feridos", disse o ministério.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001369691451