China e EUA devem fazer bom uso de quatro diálogos pilares, diz conselheiro de Estado chinês

2018-02-09 18:40:02丨portuguese.xinhuanet.com

Washington, 9 fev (Xinhua) -- A China e os Estados Unidos devem manter contato estreito e fazer bom uso dos existentes canais de quatro diálogos de alto nível para impulsionar os laços, disse o conselheiro de Estado chinês, Yang Jiechi, na quinta-feira.

Durante a reunião com o secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, Yang disse que os dois lados decidiram realizar a segunda rodada de Diálogo Diplomático e de Segurança na China durante o primeiro semestre do ano.

Beijing e Washington realizarão a segunda rodada do Diálogo de Aplicação da lei e Cibersegurança, o Diálogo de Assuntos Sociais e Culturais, e o Diálogo Econômico Abrangente dentro do ano, acrescentou Yang.

O progresso foi feito nas relações China-EUA no ano passado sob a orientação do presidente chinês Xi Jinping e seu homólogo norte-americano Donald Trump, disse Yang, acrescentando que os dois líderes trocaram opiniões por telefonemas e cartas este ano, estabelecendo o tom para o desenvolvimento das relações bilaterais.

Os dois lados devem implementar totalmente o consenso atingido durante a reunião de Xi-Trump em Beijing no último novembro, e aumentar laços de comércio, militar, aplicação da lei e aplicação contra a droga, assim como promover os intercâmbios entre povos, disse Yang.

Yang também pediu que os dois lados fortaleçam a coordenação em importantes questões internacionais e regionais.

Os quatro mecanismos de diálogo de alto nível foram iniciados durante a última reunião entre Xi e Trump em Mar-a-Lago em Flórida em abril passado.

Os quatro canais forneceram as oportunidades para os funcionários chineses e norte-americanos para conversar sobre assuntos significativos variando de paz e estabilidade no Mar do Sul da China e intercâmbios militares para cooperação de inovação e cibercrime.

Ao comparar com mecanismos de comunicações anteriores, os quatro diálogos são mais orientados por resultado, enfatizando importantes áreas de preocupações mútuas, Cheng Li, diretor do Centro John L. Thornton na China na Instituição Brookings, disse à Xinhua.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001369624521