Grêmio enfrenta uma batalha difícil no Mundial de Clubes da FIFA, diz treinador

2017-12-07 10:52:27丨portuguese.xinhuanet.com

Rio de Janeiro, 5 dez (Xinhua) -- O Grêmio tem sido injustamente prejudicado em sua batalha para conquistar o Mundial de Clubes da FIFA deste mês, nos Emirados Árabes Unidos, disse o treinador do clube brasileiro, Renato Gaúcho.

Os campeões da Copa Libertadores serão incapazes de manter o preparo ideal para a partida porque a temporada de futebol no Brasil terminou no domingo, disse Renato.

Além disso, o meio-campista Cristian e o atacante Cícero não viajarão com a equipe devido às regras do torneio que impedem a participação de jogadores contratados após agosto.

"Outras equipes terão uma vantagem. Eles estão jogando. Quando o nosso primeiro jogo chegar, estaremos sem jogar por 15 dias. Isso vai ser difícil," disse Renato a jornalistas na terça-feira.

"Eu não entendo a decisão da FIFA de proibir Cristian e Cícero. A competição vai ser mais fraca com a ausência deles, mas o Grêmio vai sofrer mais".

O Grêmio também será forçado a viajar em dois grupos devido à falta de disponibilidade em voos comerciais do Brasil para os Emirados Árabes Unidos. O clube garantiu um lugar na competição na semana passada quando derrotou o time argentino Lanús na final da Copa Libertadores.

Além de Cristian e Cícero, o alvo do Barcelona, Arthur, também fará falta ao Grêmio no torneio devido a uma lesão no tornozelo.

O Grêmio fará sua estreia no torneio contra o Pachuca do México ou o marroquino Wydad Casablanca, em Al-Ain, no dia 12 de dezembro. O vencedor ganhará o direito de jogar na final no estádio Zayed Sports City, em Abu Dhabi, no dia 16 de dezembro.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001368076721